17 de fevereiro, de 2021 | 15:50

Localizados suspeitos de participação no roubo de R$ 100 mil em Ipatinga

Divulgação PMMG
Com os suspeitos policiais militares recolheram dinheiro, três celulares e roupas semelhantes  às usadas pelos autores do assalto à família no distrito de Barra Alegre Com os suspeitos policiais militares recolheram dinheiro, três celulares e roupas semelhantes às usadas pelos autores do assalto à família no distrito de Barra Alegre

A localização de indivíduos envolvidos com o comércio de drogas na rua Pintassilgo, no aglomerado do Vale do Sol, no bairro Vila Celeste, em Ipatinga, pode ter esclarecido o assalto em residência de um comerciante. No roubo ocorrido na tarde de domingo (14), no distrito de Barra Alegre, foi levada a quantia de aproximadamente R$ 100 mil em dinheiro e cheques de clientes da vítima. Os bandidos amararam mãe e filha e foram direto ao local onde havia o dinheiro.

Ao Diário do Aço, o tenente Lindomar, que comandou as viaturas Tático Móvel na noite de terça-feira (16), informou que chegaram denúncias de pessoas envolvidas com entorpecentes na rua Pintassilgo. Essas pessoas também teriam alguma participação no assalto ao comerciante em Barra Alegre. O dono da casa, identificado T.V.P., de 29 anos, estaria reunido na laje da residência com os suspeitos do roubo e comemoravam o êxito na ação criminosa.

As equipes cercaram a residência e policiais viram um dos suspeitos tentar esconder uma porção de maconha na barra de sustentação do telhado da laje. Além de T.P. estavam no local G.R.C., de 30, J.H.O.P., 28, e A.P., de 43 anos.

Os policiais encontraram além do entorpecente, um cartucho deflagrado de calibre 38 no local. No interior da casa foi apreendida a quantia de R$ 950 que pode ser uma parte do dinheiro roubado. Também foram recolhidos três telefones celulares.

T.P. assumiu perante os PMs a propriedade da droga e disse que iria fornecê-la para consumo, gratuitamente, ao grupo que estava na laje.

Assim que todos os detidos foram encaminhados para o Posto de Policiamento Comunitário (PPC), no bairro Iguaçu, para a confecção da ocorrência, um dos suspeitos, o A.P. alegou que não teve participação no roubo.

Porém, ele assumiu que ficou com o dinheiro roubado e depois repassou o montante para uma pessoa não identificada, em um carro preto.

Os outros três detidos negaram qualquer envolvimento no crime ocorrido no distrito de Barra Alegre. Os policiais encontraram na casa dos suspeitos J.H. e G.R., que têm as características físicas semelhantes dos autores, uma camisa vermelha e um boné iguais aos filmados pelo circuito de vigilância nas proximidades do local do roubo praticado no domingo. Os três foram encaminhados para a delegacia de Polícia Civil e passam a responder como investigados por envolvimento com o assalto.

Outra informação que chegou para os policiais é que T.P. emprestou a arma usada no assalto para os suspeitos. Além dos quatro detidos, haveria outras pessoas que participaram do crime. Um carro e uma motocicleta também foram usados no apoio ao cometimento do assalto no Barra Alegre. O caso está em investigação pela Polícia Civil.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: [email protected]

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

Envie seu Comentário