22 de janeiro, de 2021 | 15:00

Governo de Ipatinga leva demandas à Copasa em reunião com diretores

Divulgação
O encontro foi realizado na área operacional da companhia, no bairro IguaçuO encontro foi realizado na área operacional da companhia, no bairro Iguaçu


Como desdobramento de reunião mantida entre o prefeito de Ipatinga, Gustavo Nunes (PSL), e o presidente da Copasa, Carlos Eduardo Tavares de Castro, no último dia 8, no gabinete do Executivo, representantes de secretarias municipais de Obras Públicas (Semop) e Serviços Urbanos e Meio Ambiente (Sesuma) realizaram um novo encontro de trabalho com executivos da concessionária dos serviços de água e esgoto na cidade, na manhã desta sexta-feira (22). O encontro foi realizado na área operacional da companhia, no bairro Iguaçu, e serviu para que a administração pontuasse uma série de melhorias requeridas para o padrão de atendimento, visando suprir necessidades básicas da comunidade em diversas regionais, informou o governo ipatinguense.

Um dos principais problemas relatados pelo governo como alvo de inúmeras queixas da população é a dificuldade de acesso ao telefone 115, divulgado pela empresa como um dos principais canais de relacionamento com os consumidores.

A Copasa admitiu que, em virtude da sobrecarga imposta ao sistema durante a pandemia e a supressão do atendimento físico, 50% das chamadas têm sido inviabilizadas. Os representantes da administração municipal ainda enumeraram diversos pontos críticos nas redes de esgotos e cobraram maior agilidade, qualidade e eficiência nos trabalhos de recomposição dos asfaltos em trechos afetados por abertura de valetas.

Durante a reunião, os gestores da Semop e Sesuma também começaram a discutir revisões contratuais para assegurar a extensão dos serviços de esgotamento sanitário à região rural do Ipaneminha.

Os representantes da Copasa se prontificaram a estreitar o diálogo com o governo municipal e se empenhar para que diversos problemas recorrentes apontados sejam superados. Entre os investimentos previstos no município, foram anunciadas as obras de ampliação da Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) Ipanema, na saída para Caratinga, com conclusão prevista para setembro deste ano. Os recursos empregados são de R$ 15,8 milhões, detalhou o governo local.

Ligações e consumo
Ipatinga conta hoje com cerca de 97 mil ligações de água e mais de 100 mil ligações de esgoto. O número de ligações de água é menor porque cerca de 16% do total existente não fazem parte do sistema, com usuários de fontes alternativas. O consumo diário de água pela população local é de mais de 54 milhões de litros. Noventa por cento dos esgotos são tratados, em quatro ETEs (Ipanema, Areal, Bela Vista e Ipanema).
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: [email protected]

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

Envie seu Comentário