30 de dezembro, de 2020 | 09:15

Farroupilha lança filme e livro

Projetos especiais perenizam as comemorações das bodas de prata do grupo

O Grupo de Teatro Farroupilha comemorou 25 anos em 2020, desenvolvendo um trabalho baseado na cooperação entre os membros e parceiros, valorizando os processos coletivos de criação, as inquietações e desejos individuais.

E vai fechar o ano com dois novos projetos culturais, o filme “Coração Grande”, do ator e diretor Didi Peres, e o livro “Diálogo entre o Teatro do Oprimido e a Educação no município de Ipatinga”, da atriz, diretora e educadora Claudiane Dias.

No livro, Claudiane relata o processo de aprendizagem na sua formação como artista profissional e educadora e compartilha o trabalho realizado em 2016, quando buscou identificar e refletir sobre aspectos do Teatro do Oprimido e a Educação em Ipatinga, destacando os diálogos entre os dois.

Divulgação/ACS GTF
Livro de Claudiane e filme de Peres marcam os 25 anos do FarroupilhaLivro de Claudiane e filme de Peres marcam os 25 anos do Farroupilha
A publicação contém a pesquisa feita pela autora durante a graduação em teatro, realizada na Universidade Nacional de Brasília (UnB). O livro é totalmente gratuito, e será disponibilizado em espaços públicos culturais e educativos, incluindo bibliotecas.

Coração Grande
O filme Coração Grande, de Didi Peres, é uma adaptação do espetáculo de teatro de mesmo nome que, devido à pandemia de covid-19, não pode ser encenado. O filme e a peça foram baseados na vida e obra de Porfírio Soares Peres, pai do ator Didi Peres, um homem simples que veio para Ipatinga em 1974 buscando uma oportunidade de trabalho.

A trama usa como cenário a casa da família construída por Porfírio, e faz uma viagem virtual pela memória da casa e seus moradores, além de outras poucas pessoas que conviveram com o pai do ator. Alinha elementos do cinema documental e ficcional, uma homenagem de um filho artista para um pai anônimo, em uma casa sempre de portas abertas.

A estreia de Coração Grande será nesta quinta-feira (31), às 20h, no canal do Grupo de Teatro Farroupilha no Youtube, ficando acessível depois disso. O roteiro, direção e performance são de Didi Peres.

A equipe teve ainda Bárbara Pavione e Leo Coessens (edição e captação de imagens); Equipe 1 (imagens de drone); Wemerson Félix (digitalização e tratamento de fotos); Claudiane Dias (coordenação de produção).

E ainda: Denise Maria e Edilaine Peres (assistentes de produção); Edilaine Peres e Didi Peres (figurino); Carla Sawaski (bolo em biscuit) e Lavinnya Peres Amorim (apoio).

O grupo
O Teatro Farroupilha é um grupo cultural mineiro que utiliza recursos de outras linguagens artísticas, com o objetivo de provocar a reflexão e contribuir para a formação e fortalecimento do setor cultural.

Desde sua fundação, em 1995, o grupo busca uma linguagem interdisciplinar, mescla estilos, ocupa palcos, ganha as ruas e espaços alternativos. Criou cerca de 30 espetáculos, além de performances e intervenções, lançou um CD com a trilha sonora original da peça Estórias de bichos e a revista Clown para todos.

Executa um trabalho pedagógico com oficinas e cursos livres de teatro e circo, circula por várias cidades de Minas e outros estados.

Os projetos do filme “Coração Grande” e do livro “Diálogo entre o teatro do oprimido e educação no município de Ipatinga” foram realizados com recursos da Lei Aldir Blanc, via chamamento público 002/2020 – edital José Lopes sobrinho – Ipatinga / Lei Aldir Blanc.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: [email protected]

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

Envie seu Comentário