21 de novembro, de 2020 | 08:23

Ladrão é preso por assaltar loja de celulares, em Belo Oriente

Um segundo envolvido foi identificado pelos policiais militares no distrito de Perpétuo Socorro

Reprodução
O momento que os assaltantes rendem uma das funcionárias na lojaO momento que os assaltantes rendem uma das funcionárias na loja

Uma loja credenciada por uma operadora de telefone celular foi alvo de assaltantes. O crime foi praticado na rua José Silva Pereira, no distrito de Perpétuo Socorro (Cachoeira Escura), em Belo Oriente. Um dos assaltantes foi preso, M.T.S.E., de 25 anos, e o segundo envolvido, R.J.L.F., de 19 anos, conseguiu escapar do cerco policial.

As funcionárias foram rendidas por volta das 17h10 de sexta-feira (20), quando entraram dois jovens no estabelecimento, ambos armados com facas. A dupla rendeu as vítimas e um cliente e obrigou uma delas a abrir a vitrine onde estavam expostos os aparelhos de telefone celular à venda. Os criminosos roubaram 11 telefones novos e uma aparelho de uma funcionária.

Os criminosos fugiram sentido ao Morro do Cemitério, segundo populares, possivelmente acessando a linha férrea ou a balsa do rio Doce, que faz a travessia de Cachoeira Escura ao distrito de São Lourenço, em Bugre. Um destes envolvidos foi identificado como sendo M.T., morador do distrito vizinho.

As equipes da PM, reforçadas por policiais militares dos municípios vizinhos, realizaram buscas para prender os autores. A mãe de M. reconheceu o filho por meio das imagens registradas pelas câmeras de segurança da loja assaltada, mas ele não se encontrava em casa, naquele momento.

Enquanto isso, outra equipe foi à residência de R.J., em Cachoeira Escura, mas ele também não se encontrava no imóvel. Porém, os policiais avistaram quando M. saiu correndo ao notar a presença policial no local. Ele fugiu sentido ao rio Doce e pulou para nadar até a outra margem, já no distrito de São Lourenço.

Uma das equipes conseguiu chegar rapidamente ao distrito que pertence a Bugre e localizou o suspeito na casa dele. O jovem confessou a participação no crime, alegando que ele e o seu comparsa planejaram o assalto na parte da manhã de sexta-feira. Eles providenciaram algumas peças de roupas para trocar depois do crime e ficaram nas proximidades da loja aguardando o momento em que não haveria movimento de clientes no local.

Os celulares roubados, segundo M.T., ficaram com seu comparsa que não foi encontrado durante as buscas da PM. O jovem detido foi encaminhado para o plantão da 1ª Delegacia Regional de Ipatinga. As buscas das equipes policiais continuam para a prisão do segundo envolvido no crime.


MAIS FOTOS

Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: [email protected]

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

Envie seu Comentário