22 de outubro, de 2020 | 18:22

Cabuloso em recuperação

Aurélio Caixeta

Divulgação
Aurélio CaixetaAurélio Caixeta
Mesmo com algumas dificuldades, a nova era com o treinador Felipão no Cruzeiro começou com uma importante e suada vitória por 1 x 0 sobre o Operário-PR, jogando fora de casa. Ainda longe de ter um time ideal, o experiente treinador reconhece que vai enfrentar equipes com mais e melhor estrutura, e começa a estudar um jeito de aumentar o rendimento do time, com muito treinamento e alguns reforços que possam agregar mais experiência.

Será um degrau de cada vez. Particularmente, achei a análise dele muito sensata. O time estará em treinamento em Atibaia (SP) até esta sexta-feira. O próximo adversário será o Náutico, 18º na classificação, com 15 pontos, no estádio dos Aflitos, em Recife, domingo (25), às 16h. Em caso de nova vitória, o Cruzeiro chegaria aos 19 pontos e se afastaria do Z4. Vamos esperar e torcer.

COELHO NO G4
Com um aproveitamento de 62,74%, o América está embalado na Série B e o técnico Lisca afirma que é possível melhorar ainda mais. Com uma sequência pesada de jogos, o Coelho se prepara para o próximo compromisso, diante do Confiança, neste sábado (24), às 21h, no Independência, pela 18ª rodada. Depois, irá enfrentar o Corinthians, no jogo de ida das oitavas da Copa do Brasil, dia 28, às 21h30, em São Paulo.

Dia 31, vai encarar o Avaí, às 19h, na Ressacada, em Florianópolis. E depois deverá descansar e se preparar bem para o jogo de volta da Copa do Brasil, dia 4 de novembro, quarta-feira, às 21h30, em Belo Horizonte. Que a boa fase continue e que o Coelho consiga atingir suas metas, que são avançar na Copa do Brasil e se manter no G4 do Brasileirão da Série B.

TIGRÃO VAI MAL
Acumulando três derrotas em três jogos realizados, o Ipatinga, que visava o acesso à 1ª Divisão do Campeonato Mineiro, luta agora para não cair para a Terceirona. E para isso, terá que somar pontos nas duas partidas que lhe faltam. Nesse sábado, às 19h, na Arena do Calçado, em Nova Serrana, jogando contra o Serranense; e no dia 31, às 15h, no Ipatingão, contra o Guarani. Se continuar do jeito que está, ou seja, não ganhando de ninguém, poderá ser rebaixado para a 3ª Divisão.

É lamentável. O torcedor fica na bronca porque todo ano é a mesma coisa. Cria-se uma expectativa enorme de que tudo vai dar cento, e depois vem a dura realidade e a decepção. Esperamos que os empresários que investiram alto na reformulação do CT do Cariru continuem ajudando e consigam montar uma forte equipe para o ano que vem.

UMAS E OUTRAS...
- Respeito opiniões em contrário, mas não concordo com essa avalanche de técnicos e atletas estrangeiros tirando a vez dos brasileiros em nossas equipes de futebol. No caso específico do Galo, acho até que foi correto investir num técnico com Jorge Sampaoli, mas acredito que não se justifica pedir tantos jogadores estrangeiros. Acho até que a CBF deveria criar um dispositivo para barrar um pouco isso. Caso contrário, não se justifica fazer investimentos em nossas categorias de base.

- Um possível exemplo é que um time que contratasse um técnico brasileiro poderia ter até dois atletas estrangeiros. E o clube que contasse com um técnico de outra nacionalidade teria o direto de ter apenas um atleta estrangeiro inscrito na equipe. Não há dúvida que, antes disso acontecer, nós éramos exportadores de “pés de obra”, e agora estamos sendo apenas importadores, e às vezes de atletas que não rendem o que se espera. Isso é um retrocesso, e só vai ter um fim com uma regulamentação sobre o assunto, ou se a seleção brasileira ganhar mais uma Copa do Mundo.

- Foi muito gratificante e emocionante ter sido homenageado com o meu nome sendo dado à Copa Hiper Sênior de Futebol e participar da entrega de troféus e medalhas no último domingo (18), no Campo do Canaã, em Ipatinga. Agradeço ao coordenador Adirce Gonçalves e aos meus amigos, o locutor Gustavo Pimentel e o técnico em filmagem e edição Antônio Luiz, da AAPI, pelo vídeo que fizeram do evento, muito bem produzido e que está bombando no Esporte Online no Instagram. Também fiquei feliz demais e emocionado com os depoimentos de Marcelão Alves, Ademir Timóteo e Gilberto Silva. Haja coração para tanta emoção!

Contatos com a coluna: e-mail - [email protected]
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: [email protected]

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

Envie seu Comentário