14 de outubro, de 2020 | 14:40

Umberto Louzer desiste do Cruzeiro e segue na Chapecoense

Márcio Cunha/ACF
Profissional optou por dar seguimento ao trabalho iniciado na ChapeProfissional optou por dar seguimento ao trabalho iniciado na Chape

O Cruzeiro iniciou, na terça-feira (13), conversas com o treinador da Chapecoense, Umberto Louzer, para substituir o demitido Ney Franco. Conforme publicado pela Rádio Chapecó, as partes já haviam entrado em acordo, faltando apenas ao Cruzeiro pagar a multa rescisória ao time catarinense, de R$ 100 mil. Porém, nesta quarta-feira (14), Louzer desistiu da negociação e confirmou que fica na Chape.

Em nota divulgada pela Chapecoense em seu site oficial, Louzer disse: “Agradeço o contato do Cruzeiro, mas optei por permanecer na Chapecoense. De fato, houve um interesse para que pudesse assumir a equipe, mas acredito muito no projeto que aqui está sendo desenvolvido. Pesou nesta decisão minha vontade de permanecer e concluir o que começamos. Além disso, prezo por cumprir meu contrato por onde passo e aqui não será diferente”. Enquanto o Cruzeiro é o vice-lanterna da Série B, a Chape está na zona de classificação para a Série A, na terceira posição.

Com a negativa de Umberto Louzer, o Cruzeiro segue atrás do seu quarto treinador do ano, após demitir Adilson Batista, Enderson Moreira e Ney Franco. Enquanto não encontra outro profissional para assumir o cargo, o Cruzeiro será comandado pelo ex-zagueiro Célio Lúcio, que atua como auxiliar fixo na Toca da Raposa. O próximo desafio do Cruzeiro será nesta sexta-feira (16), às 21h30, contra o Juventude, no Mineirão, pela 16ª rodada da Série B.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

Envie seu Comentário