11 de outubro, de 2020 | 12:00

Cruzeiro enfrenta o lanterna Oeste fora de casa

Bruno Haddad
Apesar da fase ruim, Ney Franco diz que o foco do time continua a ser o acesso à Série AApesar da fase ruim, Ney Franco diz que o foco do time continua a ser o acesso à Série A

Vivendo uma das piores crises de sua história, dentro e fora de campo, o Cruzeiro precisa urgentemente alcançar resultados positivos na Série B do Campeonato Brasileiro para sair da zona de rebaixamento à Série C. E a nova chance para isso será encarar o lanterna da competição, o Oeste. A partida válida pela 15ª rodada será disputada no domingo (11), às 16h, na Arena Barueri.

A Raposa ainda não venceu em outubro. Perdeu para o líder Cuiabá no dia 3, fora de casa, com um gol marcado no último minuto de jogo; e foi derrotado dentro de casa, na quinta-feira (8), pelo modesto Sampaio Corrêa, que conseguiu deixar a zona de rebaixamento com o resultado.

Ao longo do certame, o Cruzeiro venceu cinco jogos, empatou dois e perdeu sete. Esses resultados, somados à punição de seis pontos a menos aplicada pela Fifa, por dívidas do clube, fizeram com que o time celeste somasse apenas 11 pontos em 14 rodadas. Atualmente a Raposa está no Z4, na 18ª posição.

A situação do clube é tão crítica que o goleiro Fábio, ídolo da torcida, desabafou após a derrota para o Sampaio Corrêa. “Desde janeiro sabíamos que a situação não seria fácil, em todos os aspectos. Teve a pandemia e a gente continuou sabendo que ia se tornar mais complicado ainda depois que perdemos os seis pontos. O torcedor está sentido, querendo o resultado e eu entendo isso, mas são coisas que a gente plantou lá atrás. Má administração há muito tempo, os títulos escondem muita coisa, está aí pra todo mundo ver e agora está estourando em que ficou no Cruzeiro, que está aqui tentando fazer o máximo, que abriu mão de muita coisa e que está tentando fazer de tudo para que o clube volte logo a Série A”, falou.

Apesar dos resultados ruins, do desempenho fraco em campo e da presença na zona de rebaixamento, o técnico Ney Franco nega que o time pense em lutar contra o rebaixamento. “O pensamento nosso é o acesso. A gente sabe que em alguns momentos isso parece impossível, e logicamente que a leitura está aí, a gente não pode desprezar a matemática. Mas a gente fica esperançoso que, com trabalho e alguns ajustes, a nossa equipe possa encaixar uma sequência de seis, sete vitórias seguidas no Brasileiro, e o ideal é que isso aconteça o mais rápido possível, pra gente começar a figurar em outra posição na tabela, aproximar das equipes que estão lá na frente”, afirmou.

Os jogadores relacionados para enfrentar o Oeste são os goleiros Fábio e Lucas França; laterais-direitos Daniel Guedes e Rafael Luiz; lateral-esquerdo Giovanni; zagueiros Cacá, Manoel e Ramon; volantes Filipe Machado, Henrique, Adriano, Jadson e Jadsom; meias Maurício, Régis e Claudinho; atacantes Airton, Arthur Caíke, Sassá, Thiago, Welinton e Zé Eduardo

Adversário

O lanterna Oeste é dono da pior campanha da Série B, com seis pontos somados em 14 jogos (14,3% de aproveitamento). O time paulista venceu uma partida, empatou três e perdeu dez.

O Barueri conta com dois jogadores que defenderam o Cruzeiro, o atacante Luan e o volante Nilton. Eles foram bicampeões brasileiro (2013 e 2014) e campeões mineiro (2014) com a Raposa.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: [email protected]

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

Envie seu Comentário