09 de outubro, de 2020 | 15:42

Santana do Paraíso pode se tornar a primeira cidade inteligente do Vale do Aço

Município depende de vereadores para aprovação do projeto de lei que institui o Programa Municipal de Parcerias, que viabilizará a modernização da cidade

Thiago Duarte
Com o projeto aprovado, empresas interessadas poderão elaborar suas propostas a partir dos estudos já realizadosCom o projeto aprovado, empresas interessadas poderão elaborar suas propostas a partir dos estudos já realizados

Santana do Paraíso está cada vez mais perto de se tornar uma “cidade inteligente”. Desde o mês de março, o Instituto de Planejamento e Gestão de Cidades - IPGC Brasil realiza estudos para viabilizar projeto que prevê a eficiência da iluminação pública, infraestrutura de telecomunicações e implantação de Usina Solar Fotovoltaica para o município.

A proposta prevê a troca de 100% das luminárias da cidade para a tecnologia LED, o que deve gerar uma economia de aproximadamente 60% aos cofres públicos, além de melhorar a qualidade de iluminação, que garante mais segurança para os cidadãos, conforme apurou o Diário do Aço.

Além da iluminação, consta no projeto a implantação de fibra ótica em todo o município para atender prédios públicos com internet rápida, de qualidade, e com menor custo para a administração municipal. A fibra ótica também possibilitará a instalação de câmeras de segurança em 39 pontos da cidade e a oferta de wi-fi público em 19 praças, garantindo a democratização do acesso à internet à população mais carente.

Outro ponto previsto é o investimento na implantação de painéis solares fotovoltaicos, para geração de energia limpa e sustentável. Dessa forma, o município cortará os gastos com energia elétrica nos prédios públicos, que passarão a ser alimentados exclusivamente pela energia gerada pelo sol.

Para que Santana do Paraíso siga os exemplos de sucesso de cidades como São Paulo e das mineiras Ouro Preto, Uberaba, Belo Horizonte e Carmo do Cajuru, será necessário o apoio de seus vereadores na aprovação do projeto de lei que institui o Programa Municipal de Parcerias.

Deste modo, o projeto estará apto a entrar no processo de licitação, etapa na qual as empresas interessadas em investir no município poderão elaborar suas propostas a partir dos estudos já realizados e concorrer ao posto de parceiro privado.

O que é?

Cidade inteligente é um conceito relativamente recente e está associado a desenvolvimento sustentável uso de soluções tecnológicas para sustentar o crescimento econômico e as demandas dos seus moradores.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: [email protected]

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

Mônica Sousa

11 de outubro, 2020 | 19:23

“"Que tal ficar em primeiro lugar também na coleta de lixo, limpeza urbana, urbanização de praças, conservação das pavimentações, etc... Só energia sustentável não basta, às ações têm que acontecer no conjunto." Muito glamour para quase nenhum cuidado com o município, basta dar uma voltinha nos bairros para ver do que estou falando!!!”

R.

11 de outubro, 2020 | 07:32

“não, apenas essas não tornam a cidade mais inteligente. É preciso haver um planejamento estratégico municipal, feito a várias mãos, com participação popular para definição do que precisa ser investido em projetos que sejam sociais, sustentáveis e tecnológicos. Tem que constar no plano diretor, portanto.
Precisa haver eficiência e transparência sobre quais projetos da prefeitura compensaram o dispêndio do dinheiro dos pagadores de impostos. caso não houver, será apenas propaganda.”

Fábio Sketine

10 de outubro, 2020 | 23:32

“Ótima iniciativa, agora seria bom lembrar os "Parlamentares" que tem bastante eleitores nos bairros Cidade Nova,Residencial Betânia e Jardim Vitória que está um caos a quantidade de buracos que vem só piorando desde o final do ano passado pois está começando o período de chuva e quem paga com os possíveis dano nos veículos Somonos Eleitores que colocaram Vocês lá.
Indignação.”

Geraldo Vicente Pereira

10 de outubro, 2020 | 21:59

“Tudo que benefícios ao cidadãos e bem vindo.”

Duvido

10 de outubro, 2020 | 12:46

“É a cidade que mais cresce no Vale.Os problemas se alastram e básico não consegue resolver.Esta semana fez marcação viária no Cidade Nova tentando enganar o eleitor.”

Adilson Oliveira de Souza

10 de outubro, 2020 | 07:19

“Tomara que as cidades vizinhas copiem o exemplo de Santana do Paraíso Parabéns quem teve essa ideia.”

Itallo

10 de outubro, 2020 | 01:54

“Mais legal ainda seria a prefeita começar a tampar os buracos da cidade. Do que adianta uma cidade inteligente cheia de buracos.”

Warley Costa

09 de outubro, 2020 | 21:59

“E parabéns para Santana do paraíso enquanto isso Ipatinga depois de todas as lâmpadas serem trocadas para LED, agora as que queimam colocam as amarelas antigas no lugar! em 2 anos Ipatinga já vai tá toda amarelinha de novo.”

Guima

09 de outubro, 2020 | 21:02

“A cidade esta toda emburacada com péssimos serviços públicos e depende de Ipatinga em tudo. Quer ser a cidade inteligente ? Resolve os problemas básicos do município primeiro. Depois nos conversamos.”

Humberto Guerra

09 de outubro, 2020 | 18:50

“Ipatinga ocupa atualmente a posição 61 no ranking nacional de Smart Cities (cidades inteligentes). https://conteudo.urbansystems.com.br/csc_urban_atual”

Silvana Paula

09 de outubro, 2020 | 17:34

“Tomara que não fica So no progetos porque muitas vezes esses políticos quando está chegando a eleição faz mil e uma promessa so para ganhar a eleição. Vamos ver né.”

Renato Pereira Teixeira

09 de outubro, 2020 | 16:08

“Fala sério!!!”

Envie seu Comentário