Moda circular, Kenzo e Pantone

Wagner Penna e as últimas novidades do mundo fashion

Divulgação


Luana e Henrique Domakoski, criadores da Troc
A questão da sustentabilidade no mundo da moda sempre foi tratada como coisa secundária, no máximo, uma resposta tênue para as reivindicações naturebas de poucos. Mas parece que a coisa tomou outro rumo e, agora, transformou-se em alvo de bons negócios.

Um exemplo disso é a Troc, sediada em Curitiba (PR), uma plataforma que conecta pessoas que queiram comprar e vender roupas, acessórios e sapatos de marcas premium de segunda mão ou usados, mas em perfeito estado.

De acordo com a assessoria de comunicação da Troc, a empresa recebeu recentemente um investimento do Grupo Reserva, que se tornou um sócio minoritário. Como se sabe, a Reserva é uma das marcas-ícone do país, cujo gestor é considerado um dos mais brilhantes empresários do setor.

Outro bom exemplo foi dado pela rede Riachuelo, que decidiu instalar pontos de recolhimento de roupas usadas em suas lojas, para que elas possam ser reutilizadas em novas peças – quando isso possível - ou doadas para ONGs. Traduzindo: a economia circular começou, realmente, a mudar o nosso segmento fashion.


Divulgação


A moda sustentável da grife Virgílio Couture
VAIVÉM
* A moda mundial perdeu, na semana passada, um dos seus mais influentes nomes, o japonês Kenzo. Embora ele tenha vendido a marca há anos, a sua trajetória, iniciada no Japão nos anos 1950 e, depois, definitivamente consagrada em Paris, nos anos 1970, marcou para sempre a moda com seu colorido, flores e descontração. ***

* A moda brasileira está aproveitando essa ‘janela de relaxamento’ diante da pandemia ainda em curso no país. No mês de agosto, o varejo de moda aumentou as suas vendas em 30%. O problema é que o represamento anterior acabou provocando um aumento dos preços. ***

* A Pantone, empresa que criou uma cartela padronizada de cores seguida pelo mundo afora em moda, decoração, design e gráficas, criou o vermelho ‘Period’. Traduzindo: seria o vermelho menstruação. Eles dizem que é para alertar sobre um fato natural que ainda é tratado com pudores excessivos, mas que provoca problemas para muitas mulheres. Sem comentários. ***

PONTO FINAL – As semanas europeias de moda terminaram com os desfiles realizados em mix físico & virtual. Cada marca optou por um deles ou pelos dois, na passarela e em filme. O assunto preocupou tanto que a maioria das marcas acabou criando as melhores coleções dos últimos tempos. Amém!
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: [email protected]

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO