30 de setembro, de 2020 | 17:42

Timóteo avança na Educação segundo avaliação do MEC

Divulgação
Resultados do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica foram divulgados pelo Ministério da EducaçãoResultados do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica foram divulgados pelo Ministério da Educação

A Secretaria de Educação, Cultura, Esporte e Lazer de Timóteo divulgou o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) que destaca o município nas taxas de aprovação e no índice de proficiência de Língua Portuguesa e Matemática. O resultado de 5,2 demostra um crescimento nos anos finais da educação básica (6º ao 9º ano), maior que o índice de Minas Gerais (4,7) e do Brasil (4,6), aponta a pasta.

Nos anos iniciais (1º ao 5º ano), o índice do município se manteve em 6,2 pontos. Isso porque 67% das escolas atingiram ou superaram a meta nacional de 6,0 que deveria ser atingido até 2022. Os valores representam um avanço para a Educação em Timóteo, pois, 60% das escolas elevaram o Ideb em relação ao ano de 2017 e destas, 40% superaram as metas projetadas pelo governo federal, detalha a secretaria.

Ideb

Esses dados, que consideram as redes pública e privada de ensino, saem a cada dois anos e foram divulgados oficialmente pelo Ministério da Educação (MEC). A nota do Ideb varia em uma escala de zero a dez. Para calcular o índice, considera-se o desempenho dos alunos em Matemática e Português no Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb), prova aplicada pelo MEC, e também índices de aprovação e evasão.

Criado em 2007, o índice reúne dois parâmetros importantes para a qualidade da educação: o fluxo escolar e as médias de desempenho nas avaliações (proficiência) de Língua Portuguesa e Matemática. O índice é calculado para cada escola, município, estado e região a partir dos dados sobre aprovação escolar, obtidos no Censo Escolar, e das médias de desempenho no Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb).
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: [email protected]

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

Envie seu Comentário