30 de setembro, de 2020 | 14:45

Quino, o criador da personagem Mafalda, morre aos 88 anos

Divulgação

O artista gráfico Joaquín Salvador Lavado, o Quino, morreu hoje aos 88 anos. Ele ganhou notoriedade como o criador de “Mafalda”, um sucesso dos quadrinhos.

O anúncio da morte foi feito pelo amigo e editor Daniel Divinsky. “Quino morreu. Todas as pessoas boas do país e do mundo ficarão de luto por ele”, disse no Twitter.

Quino sofreu um AVC (Acidente Vascular Cerebral) nos últimos dias e não resistiu, segundo informações do jornal argentino Clarín.

O artista nasceu em 1932, em Mendoza, na Argentina, onde voltou a morar desde 2017, após a morte de sua mulher, Alicia Colombo.

A criação da personagem, uma menina esperta, ocorreu no primeiro emprego de Quino, como desenhista publicitário, em 1962.

Mafalda seria a personagem de uma peça de propaganda, mas foi rejeitada na época. Em 1964, o artista retomou o projeto, agora não mais com fins comerciais.

As tirinhas fizeram um enorme sucesso e logo vieram livros, que foram traduzidos para mais de 30 idiomas. As tirinhas têm, além de Mafalda, outros personagens, como Manolito, Susanita, Guille, Felipe, Liberdade e Burocracia.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: [email protected]

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

Envie seu Comentário