26 de setembro, de 2020 | 10:00

Parque Estadual do Rio Doce poderá receber visitantes a partir do dia 30

Tiago Araújo
As visitas estavam suspensas nos parques estaduais de Minas Gerais desde o dia 18 de março As visitas estavam suspensas nos parques estaduais de Minas Gerais desde o dia 18 de março

O Instituto Estadual de Florestas (IEF) anunciou a reabertura de 19 parques estaduais, dentre eles, o Parque Estadual do Rio Doce (Perd), com sede administrativa e turística em Marliéria, que estará permitido a voltar a receber visitantes a partir do dia 30 deste mês. A programação de reabertura das unidades de conservação e estações ecológicas gerenciadas pelo IEF já tem início neste sábado (26), valendo apenas para os municípios que estão nas ondas Amarela e Verde do Minas Consciente. Atualmente, a macrorregião do Vale do Aço se encontra na Onda Amarela.

O gerente do Perd, Vinícius de Assis Moreira, informou ao Diário do Aço que para a reabertura do parque foram realizados treinamentos com os servidores, para que se adequem às medidas de prevenção da covid-19. “Inicialmente, vamos reabrir apenas alguns serviços do Perd. Os alojamentos, chalés e o acampamento não serão reabertos no momento e não teremos o restaurante funcionando. Vamos funcionar de maneira diurna e com alguns critérios. As pessoas deverão utilizar máscara e álcool em gel, e inclusive, deverão trazer sua própria água, porque os bebedouros podem ser pontos de contaminação. Portanto, preparamos o parque e ainda estamos fazendo reformas necessárias”, pontuou.

Anúncio

A retomada da visitação nesses locais foi anunciada na semana que passou pelo diretor-geral do IEF, Antônio Malard, em transmissão ao vivo pelas mídias sociais, que faz parte da programação da Semana Florestal 2020. Participaram também do anúncio o diretor de Unidades de Conservação do IEF, Cláudio Castro, e dos gerentes Alex Amaral e Clarice Silva, que respondem respectivamente pelos parques Mata do Limoeiro e Ibitipoca.

Momentos

A reabertura das unidades de conservação está dividida em quatro momentos, distribuídos nos próximos sete dias. Com isso, as 19 unidades vão se somar a outras nove cuja reabertura já havia sido liberada, totalizando 28 unidades de conservação aptas a receber de volta a visitação, que haviam sido interrompidas em 18 de março, em razão da pandemia de covid-19. "Estamos seguindo o que está previsto no Plano Minas Consciente. A reabertura se dará apenas nas unidades que estão inseridas em municípios que estejam incluídos nas ondas Verde e Amarela do plano. Estamos muito tranquilos para a retomada das visitações, porque o retorno foi muito positivo onde já reabrimos e foi feito um trabalho de planejamento bastante sólido para trazer aos visitantes as melhores condições possíveis", disse o diretor-geral do IEF, Antônio Malard.

Programação

As novas reaberturas anunciadas começam a partir deste sábado (26) em um grupo de nove unidades, que inclui os parques estaduais Verde Grande, Serra das Araras, Lagoa do Cajueiro, Mata Seca, Veredas do Peruaçu e Serra Negra, além das estações ecológicas de Acauã e Mata dos Ausentes, e da Área de Proteção Ambiental (APA) Das Águas Vertentes. Já na terça-feira (29) será a vez da reabertura dos parques estaduais Boa Esperança e Nova Baden.

Na quarta-feira (30), seis unidades voltam a receber visitantes, dentre elas, os parques estaduais Pico do Itambé, Serra do Brigadeiro, Rio Doce, Rio Preto e Ibitipoca, além da Estação Ecológica Corumbá. Na próxima quinta-feira (1º) reabrem o Parque Estadual Serra do Intendente e o Monumento Natural Estadual Várzea do Lageado e Serra do Raio.

Onda Vermelha

O diretor de Unidades de Conservação do IEF, Cláudio Castro, destacou que, neste momento, algumas unidades que estão nos territórios de municípios que ainda se encontram na Onda Vermelha do Plano Minas Consciente não poderão ser reabertas, mas elas entrarão na lista de reabertura quando houver avanço para as ondas Amarela ou Verde.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: [email protected]

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

Luiz Santos Destro

28 de setembro, 2020 | 19:58

“Situação do asfalto da MG-760, se já parou, ou se está enrolando até as eleições ?”

Envie seu Comentário