22 de setembro, de 2020 | 17:45

Curso de Formação para professores integra a programação semanal do Instituto Usiminas

Divulgação
Curso vai explorar as estratégias de storytelling (técnica de narrativa baseada na contação de histórias)Curso vai explorar as estratégias de storytelling (técnica de narrativa baseada na contação de histórias)

Referência em arte e educação no Vale do Aço, em Minas Gerais, o Instituto Usiminas agora leva seu Programa de Formação de Professores e Arte-Educadores para todo o Brasil. Por meio de um encontro virtual, o Instituto apresenta, nesta quinta-feira (24), o curso “Educação em Projetos Integrados: uma jornada pelas histórias do aço”, com a atriz e contadora de histórias Raquel Vieira.

Raquel Vieira trabalhará com os professores participantes a construção de um projeto integrado, explorando estratégias de storytelling (técnica de narrativa baseada na contação de histórias) para a realização de propostas de Educação Patrimonial. O curso é composto por dois módulos, sendo o segundo encontro no dia 1º de outubro. O Programa de Formação de Professores e Arte-educadores integra a programação da Ação Educativa do Instituto Usiminas, que tem patrocínio da Usiminas por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura. As inscrições são gratuitas pelo e-mail: [email protected]

O primeiro curso do Programa de Formação, em novo formato, foi ministrado pela pesquisadora, educadora e curadora Valquíria Prates (SP), com a temática “O que pode ser uma aula: o uso de tecnologias para encontros presenciais e à Distância”. Os encontros foram realizados nos dia 27 de agosto e 10 de setembro, com uma carga horária total de seis horas.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: [email protected]

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

Envie seu Comentário