21 de setembro, de 2020 | 16:15

Mais de cem motoristas alcoolizados foram flagrados em blitz integrada da Lei Seca

Arquivo DA
 As ações ocorreram em 77 cidades e abordaram mais de 7.300 motoristas As ações ocorreram em 77 cidades e abordaram mais de 7.300 motoristas

Como parte das atividades da Semana Nacional do Trânsito, uma grande operação integrada da campanha “Sou pela Vida. Dirijo sem Bebida” foi realizada no último domingo (20). Com o objetivo de fechar o cerco à combinação álcool e direção, e conscientizar os condutores sobre essa perigosa mistura, a ação ocorreu em ruas, avenidas e rodovias que cruzam a capital, além de outras 76 cidades do interior.

Ao todo, 7.378 pessoas foram abordadas e, dessas, 45 foram flagradas cometendo crime de trânsito - quando o teste do bafômetro acusa valores superiores a 0,33 miligramas de álcool por litro de ar expelido – sendo conduzidas à prisão. Também foram registradas 89 infrações – quando o teor alcoólico registrado no etilômetro não ultrapassa os 0,33mg/l. Nesse caso, os motoristas tiveram a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) recolhida e receberam multas no valor de R$ 2.934,70. Outros dois condutores foram conduzidos à Delegacia de Polícia Civil, por porte e consumo de drogas. Um motorista foi flagrado dirigindo inabilitado.

Durante as abordagens foram seguidos todos os procedimentos de segurança quanto à covid-19 e os motoristas também foram orientados sobre a importância de se agir com cautela na volta gradual das atividades do comércio, bares e restaurantes.

Na avaliação da coordenadora de Ações de Trânsito da Secretaria de Estado de Justiça Segurança Pública (Sejusp), Christianne Aguiar, a realização das blitze é de suma importância para a conscientização dos motoristas e contribui para que os números de crimes e infrações por alcoolemia sejam cada vez menores. “Nossas operações, mesmo as repressivas, têm sempre um caráter educativo e, principalmente, preventivo. As blitze do fim de semana mostraram um número expressivo de pessoas flagradas sob algum efeito de álcool; mas a gente percebe que a fiscalização e a responsabilização dos condutores que insistem na mistura bebida e direção, em conjunto com ações educativas, tem ajudado na diminuição do hábito de dirigir alcoolizado”, explicou.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

Envie seu Comentário