21 de setembro, de 2020 | 08:21

Capotamento de carro mata adolescente na LMG-758, em Belo Oriente

Wellington Fred
O Renault ficou bastante danificado ao capotar na rodovia estadual, em Belo OrienteO Renault ficou bastante danificado ao capotar na rodovia estadual, em Belo Oriente

A estudante Sara Arruda Mariano, de 16 anos, morreu no fim da noite de domingo (20) depois que o carro em que se encontrava capotar no Km 65 da LMG-758, trecho do município de Belo Oriente. O carro que a vítima se encontrava, um Renault Sandero, capotou deixando outras três pessoas feridas, sendo dois adolescentes e o motorista, Jonas de Andrade Veiga, de 32 anos. Ele não tem carteira de habilitação, além de estar embriagado.

O acidente aconteceu por volta das 22h30, conforme registros da Polícia Militar Rodoviária (PRv). O motorista alegou que estava na casa da namorada e foi embora sozinho no carro. Ao passar próximo de uma praça ele deu carona para um rapaz, amigo dele, e mais três jovens com destino ao distrito de São Sebastião de Braúnas (Brauninhas).

Ao passar por uma curva, na rodovia estadual LMG-758, Jonas alega que viu um vulto e ao desviar perdeu o controle do Renault Sandero. Nesta manobra o carro capotou. O motorista e três ocupantes do carro conseguiram sair, apenas Sara ficou inconsciente no interior do veículo acidentado.

Uma pessoa que passava pelo local acionou o socorro. Duas ambulâncias da Secretaria Municipal de Saúde de Belo Oriente foram ao local para atender as vítimas feridas. O motorista foi detido por uma equipe da PM do Pelotão da cidade até a chegada dos colegas da PRv.

As vítimas foram encaminhadas ao Hospital Márcio Cunha, em Ipatinga, onde Sara não resistiu e morreu diante dos graves ferimentos sofridos por ela no acidente. O adolescente de 17 anos ficou internado com ferimentos graves na mão direita e um corte na cabeça. Uma jovem de 15 anos sofreu luxação no braço esquerdo e foi liberada depois de ser medicada.

O tal amigo de Jonas, identificado apenas pelo primeiro nome “Victor”, não foi encontrado no local do acidente e foi embora antes da chegada do socorro e da PM. As equipes policiais tentaram localizar a casa dele, mas sem sucesso.

O adolescente de 17 anos alegou aos policiais que o motorista estava dirigindo em alta velocidade e queria mostrar como o carro era bom. Ao chegar na curva, ele perdeu o controle e capotou. Esta versão foi confirmada aos PMs pela jovem que sofreu luxação no braço.

Jonas, que apresentava sinais de embriaguez, confirmou aos policiais que bebeu cinco latas de cerveja. Ele se submeteu ao teste do etilômetro (bafômetro) e se constatou a ingestão de bebida alcóolica, mas no teor de 0,28 miligramas por litro de ar expelido pelos pulmões, o que caracteriza infração de trânsito.

Contudo a situação do condutor do Renault se complicou diante da morte da passageira Sara, além dele não ter Carteira Nacional de Habilitação. O motorista foi encaminhado para o plantão da 1ª Delegacia Regional de Ipatinga. O carro, como estava com a documentação em dia, foi liberado para uma pessoa indicada por Jonas.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: [email protected]

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

Carlos Gonçalves Borges

21 de setembro, 2020 | 18:35

“Conheço a garota que faleceu muito triste que Deus conforte a família.”

Envie seu Comentário