20 de setembro, de 2020 | 12:00

Vistorias para transferência de veículos passam a ter agendamento eletrônico em Ipatinga

Divulgação
Certificado em papel deixará de ser impresso em breve e serviços serão cada vez mais eletrônicos Certificado em papel deixará de ser impresso em breve e serviços serão cada vez mais eletrônicos

A partir desta segunda-feira, 21 de setembro, as vistorias para transferência de veículo, primeiro emplacamento, alteração de dados e vistoria lacrada em Ipatinga, serão feitas mediante agendamento pelo site do Detran-MG. O alerta é da titular da Delegacia de Trânsito de Ipatinga, delegada de Polícia Civil Ana Paula Passagli, em entrevista ao Diário do Aço. A intenção é reduzir cada vez mais a emissão de documentos em papel.

“Quem tiver que fazer a vistoria terá que acessar o site do Detran-MG, ir na opção veículos, vistoria de veículos, agendamento on-line, a primeira que aparece é alaranjada, de Belo Horizonte, para quem tem que agendar na capital. A segunda é verde. Clicando nela aparecerá a opção municípios, vai procurar Ipatinga e a partir do dia 21/9, o horário é entre 8h30 e 11h30, agendamos de 10 em 10 minutos e depois de 14h às 17h também de 10 em 10 minutos”, detalha.

A delegada acrescenta que, para fazer esse agendamento, a pessoa tem que estar com a ficha de cadastro preenchida para a opção que ela quiser. Logo após o pagamento da taxa o interessado conseguirá fazer o agendamento da vistoria. “Caso a pessoa não possa comparecer no horário agendado, é necessário vir até a delegacia de trânsito para cancelar. O agendamento é feito somente pela internet. O intuito do agendamento on-line é para melhorar o atendimento e evitar a formação de filas e porque, em breve, se implementará a vistoria eletrônica” informou.

Ana Paula explica que o Detran tem feito diversas mudanças no sentido de desburocratizar o serviço, no sentido de atender melhor ao cidadão. A delegada lembra que muitos procedimentos estão disponibilizados na internet. Citou como exemplo o Certificado de Licenciamento (CRLV). “O Detran já havia disponibilizado anteriormente o CRLV digital, que você pode baixar no mesmo aplicativo da CNH digital desde que quitados os impostos como IPVA, taxa de licenciamento e o seguro obrigatório, que não tenha multas e nenhuma restrição judicial. Agora existe também o CRLV eletrônico. Entrando no site do Detran, na opção de veículos, emitir CRLV, ele vai sair no papel em branco, mas vem com QRcode. E nós temos um aplicativo que é utilizado até mesmo sem internet para fazermos a leitura desse código relativo ao licenciamento. Em breve não será mais emitido o CRLV convencional, no papel moeda”, detalhou.

Reprodução
Ana Paula Passagli destaca que procedimentos relativos aos veículos demandarão cada vez menos papel Ana Paula Passagli destaca que procedimentos relativos aos veículos demandarão cada vez menos papel
Vistoria eletrônica

A delegada Ana Paula explicou que a vistoria eletrônica de veículos está sendo adotada em Belo Horizonte e em algumas cidades do interior também. O serviço é todo feito por meio da leitura de códigos. “A pessoa vai imprimir, vai chegar lá, é feito a leitura do QRcode, a vistoria é feita e encaminhada diretamente para o sistema do Detran. Se for aprovada já vai facilitando, diminuindo um pouco de papel”, observou.

Nova placa

A respeito da placa do Mercosul, a delegada de Trânsito explicou que a obrigatoriedade da mudança da placa da antiga para a nova existe para o proprietário de veículo que mudar de município. “Quem está dentro do mesmo município pode mudar a placa apenas se quiser, agora se por um acaso a pessoa perder a placa traseira, que precisa do selo, aí se torna obrigatório a mudança para o novo modelo porque não se fabrica mais a placa do modelo antigo, não tem mais selo (lacre) para distribuir, então será necessário a alteração de dados para a placa Mercosul”, detalha.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: [email protected]

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

Envie seu Comentário