19 de setembro, de 2020 | 16:00

A educação tocando a cultura

Projeto Oficinas Culturais – Trocas Coletivas comemora 20 anos de ação

O projeto Oficinas Culturais – Trocas Coletivas está comemorando 20 anos de atividades com uma programação gratuita online, disponibilizada nos canais do projeto. Artistas como Michel Melamed, Ana Botafogo, Grace Passô, Márcio Abreu, Bia Lessa, Luiz Carlos Vasconcelos, Wladimir Medeiros e Raysner de Paula já confirmaram presença.

A iniciativa promove a troca de experiências artísticas, gerando inovação e melhoria dos trabalhos individuais e coletivos no Vale do Aço. Vídeoaulas e bate-papo integram a programação, que começa nesta segunda-feira (21) e irá até novembro.

Divulgação/ACS POC-TC
O ator Pedro Barros vai abordar as diferentes técnicas teatraisO ator Pedro Barros vai abordar as diferentes técnicas teatrais
Em 20 anos de atividade, o Oficinas Culturais ofereceu ao Vale do Aço cursos, oficinas, palestras e intercâmbios em vários segmentos artísticos e técnicos, como teatro, dança, circo, cinema e música, interpretação, técnica vocal, expressão corporal, cenografia.

E ainda: iluminação, figurino, dramaturgia, produção, trilha sonora, sonorização, maquiagem, cenotécnica, máscaras, manipulação e construção de bonecos, commedia dell’arte, vídeo dança, composição coreográfica, biomecânica e clown, entre outras.

Artistas como Márcio Abreu, Luís Louis, Sandra Vargas, Grace Passô, Denise Stoklos, Luiz Carlos Vasconcelos e outros participaram da iniciativa. O diretor e ator Claudinei de Souza lembra que o Oficinas nasceu de uma inquietação particular, a necessidade de formação continuada, inexistente na região.

Para aprender mais, os artistas locais iam para a capital ou outros estados. E os custos para oferecer uma oficina com profissionais de fora sempre foi muito alto, envolvia transporte, hospedagem, alimentação. Assim nasceu a ideia do projeto, permitindo a troca de experiências.

Nas três primeiras edições a produção definia as oficinas. “A partir daí adotamos a curadoria compartilhada com os grupos do Vale do Aço, que indicam os profissionais com aquém querem aprender. O saldo destes 20 anos é que tivemos mais de 100 processos de formação, com mais de 3.000 pessoas, ajudando a formação de diversos artistas”, avalia Claudinei Souza.

Na edição de 2020, participam das indicações o Coletivo Aberto, Casa Laboratório, Associação Cultural Zélia Olguin /Academia Olguin, Cenika Eventos e o diretor e ator Pedro Barroso.

Divulgação/ACS POC-TC
Douglas Evangelista ministrará as oficinas sobre Danças UrbanasDouglas Evangelista ministrará as oficinas sobre Danças Urbanas
Artistas regionais
A primeira fase do Oficinas Culturais começa segunda-feira (21), com artistas locais. As vídeoaulas de Iniciação Teatral serão de 21 a 25 de setembro, às 20h, e serão ministradas por Pedro Barroso, ator formado em Artes Cênicas pela Universidade Federal de Ouro Preto.

Os participantes terão contato com jogos teatrais, exercícios de expressão corporal, vocal e atuação, buscando o lúdico para construir um trabalho sensível e agradável. Serão trabalhadas questões importantes na formação pessoal dos participantes: autoestima, escuta, timidez e confiança.

Serão cinco módulos: a origem do teatro – introdução à prática cênica; jogos teatrais e improvisação; expressão e consciência corporal; plástica corporal e voz e criação de partituras corporais.

As videoaulas de Danças Urbanas, também em cinco módulos, serão ministradas por Douglas Evangelista, de 28 de setembro a 2 de outubro, às 20h, abordando conteúdos históricos e práticos das Danças Urbanas, em especial o Hip Hop Dance, trabalhando a movimentação básica, desenvolvendo o estudo artístico do movimento e respeitando a sua originalidade.

Divulgação/ACS POC-TC
O maquiador Rômulo Amaral e a atriz Mari Antonaci, caracterizada por eleO maquiador Rômulo Amaral e a atriz Mari Antonaci, caracterizada por ele
Truques de maquiagem social e caracterização para teatro serão ensinados por Rômulo Amaral nas videoaulas de Maquiagem, de 5 a 9 de outubro, às 20h. O participante também vai acompanhar o passo a passo da maquiagem, com direito a dicas técnicas, produtos e cuidados de preparação da pele para um bom acabamento e durabilidade.

Rômulo iniciou a carreira após participar de uma oficina de maquiagem ministrada no projeto Oficinas Culturais por Mona Magalhães, em 2005. A partir do primeiro contato com esse universo ele buscou especialização e hoje é referência no trabalho de caracterização cênica e maquiagem social.

Toda a programação, que vai até novembro, será disponibilizada em formato online nas plataformas e redes sociais do projeto no Youtube - Oficinas Culturais Ipatinga e Instagram - @oficinas_culturais_Ipatinga.

O Oficinas Culturais – Trocas Coletivas tem patrocínio de empresas via Lei Estadual de Incentivo à Cultura. A realização e direção de produção é de Claudinei de Souza, com produção de Marilda Lyra e Rodolfo Bello. Informações pelos telefones (31) 98883–3142, 99966–4166 e 98662–4085.

SERVIÇO:
Programação videoaulas, às 20h:
Iniciação Teatral – 21 a 25 de setembro - Pedro Barroso
Danças Urbanas – 28 setembro a 2 de outubro - Douglas Evangelista
Maquiagem – 5 a 9 de outubro - Rômulo Amaral
Youtube - Oficinas Culturais Ipatinga
Bate papo com os ministrantes no Instagram - @oficinas_culturais_Ipatinga logo após o lançamento da primeira videoaula de cada categoria.
Bate papo no chat do YouTube, nos demais dias.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: [email protected]

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

Envie seu Comentário