18 de setembro, de 2020 | 13:02

PC apreende adolescente com ecstasy enviado pelos Correios, em Ipatinga

Divulgação Polícia Civil
Os comprimidos de ecstasy foram apreendidos logo depois da entrega ser feita à adolescenteOs comprimidos de ecstasy foram apreendidos logo depois da entrega ser feita à adolescente

Os investigadores da Polícia Civil aprenderam uma adolescente na manhã desta sexta-feira (18) por tráfico de drogas. A jovem, de 17 anos, recebeu uma encomenda enviada pelos Correios e, nela, havia comprimidos de ecstasy, droga sintética muito consumida em boates e festas do tipo raves (eventos promovidos em sítios ou galpões, de longa duração e com música eletrônica).

A equipe comandada pelo inspetor de Polícia Civil, Elói Carlos, disse ao Diário do Aço que já estava monitorando uma adolescente no bairro Esperança. “A informação era que ela receberia algo pelos Correios”, comentou o policial civil logo depois da apreensão da droga sintética.

Logo que o funcionário dos Correios entregou o pacote, os policiais civis entraram em cena e abordaram a jovem na presença de testemunhas e do pai dela. Ao abrir a encomenda, constatou-se que era droga sintética conhecida como “ecstasy”.

Para os policiais civis, a adolescente informou que a encomenda seria para outra pessoa, mas ela não informou quem seria o tal destinatário. Alegação dela foi feita antes mesmo da abertura do pacote, o que demonstra que a jovem sabia do conteúdo ilícito. “Havia ainda outras embalagens, possivelmente não é a primeira vez que ela recebe a droga”, comentou Elói.

A jovem foi encaminhada para a 1ª Delegacia Regional de Ipatinga com a droga sintética apreendida. “Solicito e peço à população que continue a denunciar usando o Disque-Denúncia Unificado (DDU-181) ou mesmo o telefone daqui do 12º Departamento (de Polícia Civil), 3824-7067, sem precisar se identificar”, concluiu o inspetor.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: [email protected]

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

Cidadão

18 de setembro, 2020 | 16:52

“Graças ao famigerado ECA, nossos adolescentes estão sendo usado como frente para todo tipo de crime. Acharam a forma perfeita de cometer crimes sem pagar por isso. Sabem que os menores de 18 anos não entregarão o nome de ninguém, porque não serão presos. Enfim, toca o barco no Brasil, o país do criminoso impune.”

Envie seu Comentário