Diário do Aço: 42 anos de credibilidade e transformação

O Diário do Aço é um jornal que nasceu pelas mãos do jornalista “carioca da gema”, Marcondes Tedesco, que anos antes se mudara para Governador Valadares a fim incrementar o Diário do Rio do Doce (DRD). Após "decolar" com o DRD, percebeu que o Vale do Aço também comportaria um jornal diário com um novo foco, uma linha editorial diferente, contextualizada com aqueles anos de fechamento da década de 1970, quando o mundo começava a conviver com as muitas transformações que se consumaram até o fim do século XX. Dessa forma, no dia 16 de setembro de 1978, era impressa a primeira edição do jornal. De lá, até essa edição, não foram poucos os desafios para atravessar 42 anos.

Ao lado do parceiro inseparável, o jornalista e cronista Parajara dos Santos, Tedesco escolheu Coronel Fabriciano para implantar o projeto de um novo jornal na região. O nome surgiu rápido. Região produtora de aço, jornal diário, logo "Diário do Aço", que pegou e se consolidou como poucas marcas regionais, e isso ocorreu desde a primeira edição, no formato standard e impresso no sistema off-set. Atualmente, o jornal é editado no bairro Veneza II, em Ipatinga.

Além de manter a versão impressa, uma das poucas sobreviventes no Leste de Minas Gerais, o Diário do Aço conta com o site diariodoaco.com.br, que é atualizado com as notícias do momento, de uma forma dinâmica, como o momento requer.

Ao longo de sua história, o Diário do Aço conquistou e fidelizou milhares de leitores, que buscam notícias com credibilidade sobre diversos temas. A divulgação da informação correta sempre foi a missão do Diário do Aço em seus 42 anos de fundação. Para quem quer fugir da onda de notícias falsas que insistem em confundir e gerar a discórdia, as informações lastreadas a uma marca consolidada soam como um alento.

Arquivo DA


Vicente de Paula relatou que a primeira tarefa que realiza quando acorda é ler o Diário do Aço
Jornal completo

O aposentado Vicente de Paula Lima, de 80 anos, morador do bairro Bela Vista, em Ipatinga, informou que é leitor do Diário do Aço desde quando ele foi criado. “É por meio do DA que fico sabendo das notícias de Ipatinga, do Vale do Aço, Minas Gerais, Brasil e mundo. É muito completo esse jornal e fico bem informado. Sou assinante desde quando foi criado o DA, mas há uns cinco anos que assino apenas a versão virtual. Para mim, é mais cômodo ler o jornal pelo computador. Bem mais prático. Quando preciso da versão impressa, eu compro na padaria”, contou.

Vicente de Paula também relatou que a primeira tarefa que realiza quando acorda é ler as notícias do Diário do Aço. “Essa é a minha rotina, acordo e acesso o DA. Na minha barra de sites favoritos do computador, o DA fica em primeiro lugar. E durante o dia tenho o costume de acompanhar pelo portal as notícias que são publicadas”, afirmou.

Arquivo pessoal


Gildázio Garcia ressaltou que o Diário do Aço faz parte da sua rotina
Adaptação

O professor de Geografia e História, Gildázio Garcia Vitor, de 60 anos, morador do bairro Bethânia, em Ipatinga, conta que é leitor do Diário do Aço desde a sua fundação e acompanhou a transformação do jornal ao longo de sua história. “Eu demorei um pouco para me acostumar com a versão on-line. Sempre demoro para acostumar com as tecnologias, mas como o modelo virtual é mais rápido, no qual posso acessar as notícias na hora, eu acabei acostumando”, explicou.

Gildázio Garcia também ressaltou que o Diário do Aço faz parte da sua rotina, assim como de muitas outras pessoas. “Sempre vemos na rua alguém lendo o jornal DA, mesmo com a diminuição do número de bancas pela cidade. Na escola em que eu trabalho, vejo que as pessoas sempre procuram ler o Diário do Aço, não só professores, mas outros profissionais e alunos”, relembrou.

Arquivo pessoal


Adilson Teixeira afirmou que a editoria de polícia é a sua preferida no jornal
Evolução

O leitor Adilson Teixeira Bergue, o “Preto Pescador”, de 63 anos, morador do bairro Jardim Panorama, em Ipatinga, é outro leitor assíduo. Ele relata que viu o Diário do Aço crescer ao longo de sua história. “Eu morei quase 20 anos perto do DA, no Centro de Ipatinga. Eu vi seu desenvolvimento e pude conhecer seus fundadores. Para mim, é indiscutível a importância do DA. Sua credibilidade é algo respeitável”, opinou.

Adilson Teixeira ainda ressaltou que acessa o Diário do Aço todos os dias e que gosta de ler matérias de várias editorias. “Eu leio notícias de todos os assuntos, mas a minha preferida é da área policial. Tenho um grupo nas mídias sociais em que eu posto as matérias todos os dias. Além disso, sempre defendo o Diário do Aço com unhas e dentes, porque faz parte da minha vida”, pontuou.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Gildázio Garcia Vitor 17 de setembro, 2020 | 15:57
"Parabéns ao jornal
E à Democracia.
Feliz em ver o grande Mestre
E Educador Gildázio Garcia,
Meu antigo professor
De Geografia,
Pessoa de grande intelecto
E sabedoria".
Sr. Zoio de Zoiar, o seu comentário, além de muito carinhoso, é poesia pura. Obrigado e parabéns!
Zoio de Zoiar 17 de setembro, 2020 | 13:34
Parabéns ao jornal e a democracia.
Feliz em ver o grande Mestre e Educador Gildázio Garcia, meu antigo professor de Geografia,pessoa de grande intelecto e sabedoria.
Marcelo Luciano 16 de setembro, 2020 | 21:54
Nunca trabalhei com jornalista efetivo no DA, mas já tive o privilégio de fazer diversos serviços autônomos, conhecido como free-lance, ou frila ou jargão jornalistico. Já atuei também como colunista há alguns anos e atualmente colaboro na Coluna Negócios Já, vez ou outra.
Eh realmente um veículo de credibilidade e respeito em nossa região.
Parabéns e que Deus os abençoe!
Marcos Benevides 16 de setembro, 2020 | 14:46
Uma grande honra e gratidão a Deus por ter feito parte da história desse grande jornal Diário do Aço.
Foi a partir da Redação do Diário do Aço, como revisor e editor de uma página de cultura/entretenimento (Poeira de Estrelas) que pude atuar em oportunidades que delinearam minha carreira como jornalista, até o meu registro profissional definitivo.
Parabéns aos colegas que passaram por este importante veículo de comunicação da nossa região e aos que atualmente estão envolvidos na homérica missão de informar com credibilidade e amor ao ofício.
Aos diretores Valter Oliveira e Waldecy Castro estendo o meu apreço e a minha admiração.
Ao Tedesco e ao Parajara, meus mestres, in memorian, minha eterna gratidão.
Marcos Benevides
Servidor público e jornalista
Centro - Ipatinga

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO