Agências do INSS reabrem em Ipatinga e Timóteo, mas sem perícia médica

Tiago Araújo


Com atendimento de perícia médica agendado, Jairo Antônio saiu de Bugre para Ipatinga, mas não pôde ser atendido

Várias agências do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) retomaram as atividades presenciais nesta segunda-feira (14) em todo o país. Na Região Metropolitana do Vale do Aço, apenas as agências localizadas em Ipatinga e Timóteo voltaram a atender presencialmente com agendamento, porém, sem o serviço de perícia médica por enquanto, conforme a Superintendência Regional Sudeste II do INSS. Já as outras unidades devem reabrir de forma gradual, assim que reunirem as condições necessárias. As agências estavam com atendimento presencial suspenso desde o fim de março, devido à pandemia de covid-19.

A reportagem do Diário do Aço esteve, nesta segunda-feira (14), na agência do INSS localizada no Centro de Ipatinga, onde encontrou algumas pessoas que estavam com atendimento marcado, mas não conseguiram ser atendidas. O lavrador Jairo Antônio de Souza, de 48 anos, que mora em Bugre, informou ao Diário do Aço que se deslocou até Ipatinga porque havia feito um agendamento para perícia médica.

“Eu trabalho na roça e tive uma inflamação no ombro direito. No momento não tenho condições de continuar trabalhando desse jeito, por isso que preciso do auxílio-doença. Portanto, saí de Bugre e vim parar em Ipatinga só para solicitar o auxílio-doença no INSS. Fiz o agendamento para passar por uma perícia médica nesta segunda-feira, mas ao chegar à agência é que fui informado que tal serviço não está sendo feito no momento. No entanto, ninguém me alertou antes sobre esse detalhe”, afirmou.

Tiago Araújo


Jair Carlos só foi informado que os atendimentos da perícia médica estavam suspensos quando chegou à agencia do INSS
O pedreiro Jair Carlos de Almeida, de 44 anos, que mora em Santana do Paraíso, também esteve na agência do INSS em Ipatinga, já que seu atendimento com perícia médica estava marcado para às 14h20, mas foi informado apenas no local que seria preciso reagendar para outro dia. “Eu me acidentei no dia 20 de abril deste ano. Desde então venho lutando para conseguir marcar uma perícia médica, até que havia conseguido marcar para esta segunda-feira, mas ao chegar à agência do INSS, me falaram que a perícia médica não está sendo feita e que seria necessário reagendar para outro dia”, informou.

Perícia médica

Em nota, o INSS informou que a Perícia Médica Federal, ligada à Secretaria Especial de Previdência e Trabalho, demandou adequações nas salas de perícias das agências do INSS para retornar à atividade presencial após inspeção realizada entre os dias 8 e 9 de setembro. “Por isso, o INSS começou desde quinta-feira (10) a cumprir este compromisso de fazer as adequações o mais célere possível, para que o serviço possa ser oferecido à população”.

Inspeções e remarcação

A nota ainda informa que a partir desta segunda-feira (14) as inspeções nas agências serão feitas em conjunto, entre o INSS e a Secretaria Especial de Previdência e Trabalho. “Comprovando-se a adequação dos consultórios, a perícia retomará o atendimento nessas unidades. Destacamos que, o segurado que tinha agendamento para avaliação pericial, deve desconsiderar e proceder com a remarcação pelo aplicativo Meu INSS e telefone 135. Segurados sem agendamento não serão atendidos nas agências, para evitar aglomerações, conforme determinações do Ministério da Saúde”, explicou a nota.

Serviços

Entre os serviços que poderão ser realizados presencialmente estão o cumprimento de exigência, avaliação social, justificação administrativa ou social (caso em que a pessoa precisa levar um documento para comprovar tempo de serviço que não está no cadastro oficial) e reabilitação profissional. Para agendar, os interessados podem acessar o aplicativo Meu INSS ou ligar no 135.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO