BDMG anuncia R$ 68 milhões adicionais em crédito para micro e pequenas empresas

Divulgação


União ampliou de R$ 203 mi para R$ 271 mi o limite de recursos para o banco operar nesta 2ª fase do Pronampe

As micro e pequenas empresas mineiras terão à disposição mais R$ 68 milhões em recursos operados pelo Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG), por meio do Pronampe - Programa Nacional de Apoio às Microempresas e Empresas de Pequeno Porte.

O limite de recursos anterior – disponibilizado ao banco pelo governo federal, nesta atual 2ª fase do programa, era de R$ 203 milhões. Com o aditivo, o novo limite passará para R$ 271 milhões.

Na 1ª fase da oferta do Pronampe, ocorrida em junho e julho, o BDMG havia liberado 100% do limite de R$ 215 milhões que lhe foi garantido. “Este novo limite demonstra que o BDMG tem alocado com eficiência seus recursos e representa mais um fluxo de liquidez para os pequenos empreendedores reestruturarem seus negócios e planejarem o futuro”, afirma o presidente do banco, Sergio Gusmão.

Crédito no BDMG

Como diferencial na operação da linha, o BDMG não exige a contratação de outros produtos para ter acesso ao crédito, como ocorre em muitos bancos comerciais, nem a necessidade de abertura de conta bancária. A contratação pode ser feita on-line, no site do banco, ou por meio de seus correspondentes bancários.

O Pronampe opera com juros de apenas 1,25% ao ano + Selic, com prazo total de 36 meses para pagar, sendo oito meses de carência. O crédito pode ser aplicado em capital de giro ou em investimentos. Já o limite para solicitação é de 30% da receita bruta da empresa em 2019, sendo o valor máximo, estabelecido pela União, de R$ 100 mil por empresa.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO