Estudo mostra que um homem faz uma cirurgia plástica a cada dois minutos no Brasil

Segundo os dados divulgados pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica a busca por esse tipo de procedimento aumentou de 12% para 22,5%


O aumento da vaidade masculina tem feito a procura de homens por procedimentos estéticos aumentar nos últimos anos. Fonte: Nathan Fertig / Unsplash

A Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP) divulgou recentemente um levantamento que muda a forma como vemos as cirurgias plásticas. De acordo com os dados, a cada 2 minutos um homem faz uma cirurgia plástica no Brasil, o que contabiliza cerca de 276 mil procedimentos ao ano.

“Nas cirurgias estéticas a participação dos homens aumentou de 12% para 22,5%. Esse crescimento é de porcentagem, mas em número bruto é maior ainda. O principal motivo é a mudança cultural, com a diminuição do preconceito. Além disso, no Brasil, a cirurgia plástica é vista como um procedimento popular e o país é uma referência mundial”, afirma Luiz Henrique Ishida, diretor da SBCP e coordenador do estudo.

Outros fatores que são responsáveis por essa maior presença dos homens nos consultórios dos cirurgiões plásticos são o aumento da expectativa de vida e da vaidade, a busca pela juventude e a influência de relacionamentos com mulheres mais novas.

Procedimentos mais realizados

Segundo essa mesma pesquisa, a busca dos homens pelas cirurgias plásticas se inicia por volta dos 16 anos. Nessa idade os procedimentos mais realizados são os de ginecomastia, que é a retirada das mamas, e a otoplastia, que é a as cirurgias de maior procura são as lipoaspirações as blefaroplastias, que elevam as pálpebras e dão um aspecto mais jovem.

Porém, o que os homens querem com a cirurgia plástica é segurança e um resultado natural, dando preferência, muitas vezes, para procedimentos não invasivos. Um exemplo disso é o preenchimento com ácido hialurônico.

O ácido hialurônico possui a função de hidratar, preencher e sustentar a pele, e é encontrado em diversos tipos de cosméticos, sendo utilizado para o preenchimento atua amenizando rugas, olheiras e marcas de expressão.

Outros procedimentos não invasivos que estão sendo amplamente buscados pelos homens são a aplicação de botox e o preenchimento de mandíbula.

É preciso cuidado na hora de escolher o profissional

Muitos são os casos de pacientes enganados por profissionais que se dizem aptos a realizar cirurgias plásticas e acabam enfrentando diversas complicações após o procedimento.

Os médicos são os únicos autorizados a realizar esse tipo de trabalho. Por isso, é sempre importante verificar se o cirurgião escolhido é membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica e se ele possui CRM ativo.

Já no caso dos procedimentos não invasivos, há outros profissionais que podem realizá-los, tal como, biomédicos e dentistas.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Ze de Minas 14 de setembro, 2020 | 16:28
kkkkkkkkkk, e os urubus passeiam a tarde inteira entre os girassóis.

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO