Começa o Festival Takorama

Exibição de filmes é feita em parceria com o Salão do Livro do Vale do Aço

A partir desta terça-feira (15), educadores, crianças e jovens em todo o país vão ter acesso ao Festival Takorama, exibindo filmes curtas-metragens que poderão ser assistidos em computadores, tablets e smartphones.

Serão filmes infantis inéditos com diversão, arte e entretenimento gratuito para animar crianças, adultos, educadores e famílias até o dia 28 de outubro, podendo ser acessada pelo site www.takorama.com.br.

Divulgação/ACS SLVA


O Complexo do Porco-espinho, de LISAA (França, 2013)
Os filmes podem ser assistidos em qualquer horário ou língua, mesmo sendo de diferentes países. E incluem “Meu Estranho Avô”, de Dina Velikovskaya (Rússia, 2011), “O Emprego”, de Santiago Bou Grasso (Argentina, 2008) e “O Complexo do Porco-espinho”, de LISAA, uma história para refletir sobre o bullying, autoconfiança e as tribulações de uma ouriço ainda jovem.

O Takorama Brasil é uma iniciativa da Associação Internacional Films pour Enfants (filmes para crianças), proposto pela produtora 3emeio no Brasil.

"O festival online surgiu para o contexto do isolamento social, para que as crianças continuem em contato com os professores e com outras crianças, descobrindo a diversidade cultural que as rodeia", diz Christophe Defaye, da Associação Internacional Films pour Enfants.

"O objetivo é levar as crianças a descobrirem novos filmes, histórias e universos visuais, que opinem, façam atividades e votem no filme favorito. Além da educação cinematográfica e artística, elas verão os filmes não só como diversão, mas como ferramenta de comunicação", diz Liana Vila Nova, da Associação Internacional Films pour Enfants na América Latina.

Divulgação/ACS SLVA


O Emprego, de Santiago Bou Grasso (Argentina, 2008)
Salão do Livro
O Festival Takorama de Cinema conta com a parceria do 13º Salão do Livro Vale do Aço, com conteúdo pedagógico complementar às sessões de filmes e ações para escolas das redes pública e privada em Açucena, Antônio Dias, Belo Oriente, Bom Jesus do Galho, Braúnas.

E ainda: Bugre, Caratinga, Coronel Fabriciano, Córrego Novo, Dom Cavati, Inhapim, Ipaba, Ipatinga Jaguaraçu, Joanésia, Marliéria, Mesquita, Naque, Pingo D´Água, Santana do Paraíso, São Sebastião do Anta, Sobrália e Timóteo.

Serão 15 curtas-metragens de diversos países (cinco minutos em média), sem publicidade, abordando tolerância, empatia, amizade, ecologia e cidadania. Os filmes foram selecionados pela Associação Internacional Films pour enfants.

O programa é dividido em cinco categorias, para crianças e adolescentes de três a 17 anos. O público poderá opinar e votar no filme favorito, dando voz às crianças, como juradoss mirins.

Divulgação/ACS SLVA


Meu Estranho Avô, de Dina Velikovskaya (Rússia, 2011)
A plataforma do festival oferece um material pedagógico para cada filme às famílias e educadores, que podem questionar os filmes e gerar atividades educativas com as crianças. Os professores podem participar do festival com sua turma e incluir uma experiência lúdica e inovadora nas atividades escolares.

SERVIÇO:
Takorama Brasil - Festival Internacional de Cinema
Parceria com o 13º Salão do Livro do Vale do Aço
A partir de terça-feira - 15 de setembro
Acesso gratuito e ilimitado pelo site www.takorama.com.br

Informações: (81) 99263-1616 e e-mail: takoramabr@gmail.com
Classificação indicativa: três a 17 anos
Em Minas Gerais, patrocinado pela Usiminas, com o apoio do Instituto Usiminas (Lei de Incentivo à Cultura de Minas Gerais)
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

William 16 de setembro, 2020 | 14:05
Saudade do Salão do Livro presencial (e outros tantos eventos). Mas, muito legal estes filmes do festival. Uma programação de qualidade e que não vemos por ai. De parabéns!
Flávia Loren Guimarães 15 de setembro, 2020 | 12:11
Muito bom está iniciativa. Os alunos e nos professores adoramos . Parabens. Meu filho também adorou.
Geni Maria de Assis Silva 15 de setembro, 2020 | 09:54
É com muita satisfação que participo e divulgo o Salão do Livro, para educadores e educandos. São muito criativos e todos que vão pela primeira vez adoram.

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO