Caminhos do Vale foi destaque no ''Desenvolve Minas'' da AMM

ACS/CIMVA


O prefeito Geraldo Godoy (no vídeo) espera ''complicações nas receitas'', após a pandemia

A experiência das comunidades rurais do Vale do Aço e Rio Doce com o programa Caminhos do Vale foi um dos pontos altos do “Desenvolve Minas Gerais”, realizado pela Associação Mineira de Municípios, na plataforma on line da entidade. A Associação dos Municípios do Vale do Aço (AMVA) foi a anfitriã do evento, na manhã desta quinta-feira (10) e encerrou a série de painéis explanando o trabalho realizado em parceria com a Usiminas.

Em sua fala, o presidente da AMVA e prefeito de Periquito, Geraldo Godoy, ressaltou a importância das discussões porque, segundo ele, após a pandemia, a coisa vai se complicar muito para as prefeituras. “Teremos queda da arrecadação e a população vai sofrer muito mesmo. Então, precisamos dessas iniciativas para nos encorajar. Precisaremos de muita criatividade”, considerou.

O secretário Executivo da AMVA, Albson Alvarenga, encerrou o evento, discorrendo sobre o programa Caminhos do Vale, que, sob gestão executiva da associação regional, já melhorou mais de 2 mil km de estradas. “Esta parceria colaborativa, para o uso do agregado siderúrgico da Usiminas nas estradas, tem trazido grandes benefícios para 84 municípios. Em cinco anos, iniciamos a recuperação de cerca de 4 mil nascentes. É um programa economicamente viável, socialmente justo e ambientalmente correto”, concluiu.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO