Adolescentes são apreendidos com dinheiro falso no Cidade Nobre

Divulgação Polícia Militar


As cédulas de R$ 50 e R$ 100 falsificadas apreendidas com os três adolescentes

Três adolescentes, todos com 15 anos de idade, foram apreendidos por repassar dinheiro falso no comércio em Ipatinga. Eles faziam pedidos de lanches delivery e pagavam as compras com cédulas falsificadas, situação que vinha ocorrendo no bairro Cidade Nobre, em Ipatinga. Uma das vítimas, ao receber uma nova ligação do trio, acionou a Polícia Militar que fez o flagrante dos três.

Uma das vítimas, de 33 anos, relatou que na sexta-feira passada (4) fez uma entrega de lanche para três jovens na rua Von Goethe, no bairro Cidade Nobre, próximo à Praça das Mães. O entregador só viu que a cédula de R$ 100 era falsa depois de um tempo e não mais conseguiu encontrar os “clientes” que receberam R$ 70 de troco.

No início da noite de quarta-feira (9), o comerciante recebeu um novo pedido de pizza para o mesmo endereço. Ele desconfiou que pudesse ser os mesmos envolvidos e acionou a PM. Uma equipe policial ficou nas proximidades enquanto a vítima fazia entrega do lanche. Ao receber uma cédula de R$ 100 falsa como pagamento, o entregador informou a situação para a polícia.

Um dos jovens confirmou aos policiais, na presença dos pais dele, que fez o pagamento, na semana passada, com dinheiro falso e que fez outras vítimas nos dias seguintes. No momento em que a polícia estava no local chegou outro entregador que também foi lesado pelos jovens infratores. Ele informou que recebeu uma cédula de R$ 100 e deu R$ 79,70 de troco. Somente depois descobriu que o dinheiro era falso.

Nas proximidades do local onde estavam os adolescentes e com dois deles, os PMs recolheram 12 cédulas de R$ 50 e cinco de R$ 100, todas com indícios de falsificação como papel encerado, algumas com serial repetido. Os policiais apreenderam ainda com os jovens R$ 86,70 do troco recebido das vítimas.

Curiosamente, antes da saída dos policiais com os adolescentes, chegaram mais dois entregadores de lanches que foram chamados pelos infratores pouco antes de serem abordados pelos policiais militares.

Mais sete cédulas falsas de R$ 100 foram apreendidas na casa de um dos adolescentes e R$ 24 em dinheiro verdadeiro, do troco recebido em um dos golpes.

O tenente PM Clessiano informou ao Diário do Aço que os jovens alegaram ter adquirido o dinheiro falsificado em sites
na internet. Falsários oferecem “pacotes” com cédulas, de forma aberta em alguns grupos e sites. Todos os envolvidos foram encaminhados para o plantão da 1ª Delegacia Regional de Ipatinga com as notas falsas.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Sacapó 11 de setembro, 2020 | 07:36
Os pais dos bandidinhos protegidos vão pagar os prejuízos?
Deveriam ser presos.
Cidadão 10 de setembro, 2020 | 21:04
Facebook está abarrotado de anúncio de dinheiro falso em grupos de compra e venda. Coloca

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO