21 de agosto, de 2020 | 14:05

Governo de Minas investe em ampliação da testagem para covid-19

Divulgação
A partir da próxima semana, Saúde passará a utilizar amostras de saliva para diagnóstico da doençaA partir da próxima semana, Saúde passará a utilizar amostras de saliva para diagnóstico da doença

Como forma de ampliar os mecanismos de combate ao coronavírus em Minas Gerais, a Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG) começou a orientar os profissionais da rede de assistência sobre uma nova forma do teste RT-PCR, realizado por meio da coleta de saliva. A novidade foi anunciada pelo secretário de Estado de Saúde de Minas Gerais, Carlos Eduardo Amaral, durante coletiva virtual dessa semana, em Belo Horizonte.

A nova forma de testagem é encabeçada pela coordenação estadual de Laboratório e Pesquisa da SES-MG, um grupo que conta com a participação de representantes da Funed, Hemominas, Fundação Oswaldo Cruz e Centro de Referência em Saúde do Trabalhador de Belo Horizonte (Cerest). Segundo o secretário, o principal objetivo da SES-MG é comparar as formas de coleta do tipo swab, em que utiliza-se uma espécie de cotonete, e a forma de coleta por meio da saliva.

“Nós validamos que o uso da saliva tem a mesma confiabilidade que o uso do swab. Além disso, a coleta por meio da saliva é mais simples, não interfere no tempo para processamento do exame e é mais confortável para quem passa pelo o exame. Como não haveria mais necessidade do swab, aumenta a chance de podermos, num tempo mais curto, expandir a indicação para coleta do exame”, explicou o secretário.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: [email protected]

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

Envie seu Comentário