Criminosos executam a tiros idoso confundido com estuprador

Reprodução


Raimundo Nonato, 72 anos, morto a tiros por engano

Um homem de 72 anos foi executado a tiros dentro da própria residência no beco Santos, bairro Primavera, na cidade de Ibirité, na Região Metropolitana de Belo Horizonte.

O crime foi praticado na noite de terça-feira (18) e foi cometido por engano na frente da esposa da vítima, por dois homens.

Os assassinos mataram Raimundo Nonato, de 72 anos, porque acreditavam que ele seria um estuprador. A mulher da vítima, Márcia de Fátima, informou que depois de matarem o seu marido um dos criminosos teria dito “não era esse cara, matamos a pessoa errada”.

Márcia conta que homens chamaram ao portão e Raimundo foi atender. Assim que saiu foi jogado ao chão. “Eu corri e empurrei um deles. Aí eles disseram que o negócio era com o Raimundo, disseram que era estuprador e tinha que morrer”, relatou a mulher.

A testemunha também afirmou que um terceiro envolvido chegou ao local e iniciou-se uma discussão porque os outros dois tinham matado a pessoa errada. “Não era esse cara. Você matou a pessoa errada”, teria afirmado o outro homem.

Membros da família, aos prantos, afirmaram que Raimundo Nonato tratava a todos com muito carinho e jamais seria um estuprador. Levantamentos da PM indicam que o homem realmente não tinha passagens pela polícia. A PM também informou que não havia registro de estupro nas imediações do local do assassinato. O caso ainda é investigado.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: [email protected]

Comentários

Cidadão 19 de agosto, 2020 | 14:28
Coisas de país sem lei, sem ordem, sem rumo, sem futuro. Um país sem alma.

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO