Timóteo vai aderir ao Consurge e terá uma Unidade de Suporte Básico

Divulgação


Adesão do município ao consórcio foi aprovada nesta semana pela Câmara de Vereadores

A Câmara Municipal aprovou nesta sexta-feira (14) o Projeto de Lei nº 4.274, de autoria do Executivo, que autoriza o município de Timóteo a aderir ao Consórcio Intermunicipal de Saúde da Rede de Urgência e Emergência do Leste de Minas (Consurge). A informação é do governo timoteeense.

A partir de agora, a cidade fica autorizada a aderir e ratificar o Protocolo de Intenções do Consurge, assim como a celebrar o contrato de rateio com o consórcio, que é o responsável pela administração do SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) na Regional Leste/Vale do Aço, conforme convênio celebrado com o Governo do Estado recentemente.

Atualmente, em Timóteo, os serviços de transporte de atendimento de urgência são realizados em alguns casos pelo Corpo de Bombeiros Militar, que não atende todas as necessidades de atendimento e transferência de pacientes em situação de urgência, além de não possuir veículos suficientes. “Nesse período de pandemia, a situação foi agravada. Não temos dúvida de que os serviços prestados pelo consórcio, após a respectiva adesão, salvarão vidas de nossos munícipes, sendo um importante complemento na nova política de saúde do Governo Municipal”, salientou o prefeito Douglas Willkys.

“Após a adesão, a cidade contará inicialmente com uma USB – Unidade de Suporte Básico, podendo a quantidade ser ampliada, já tendo sido pleiteado uma USA – Unidade de Suporte Avançado”, acrescenta o prefeito. A implantação do SAMU Regional está condicionado à habilitação junto ao Ministério da Saúde. Para que a macrorregião do Vale do Aço tenha 100% de cobertura do seu território, é preciso que todos os municípios façam adesão ao consórcio.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO