Aliado de Bolsonaro, líder de caminhoneiros convoca greve por impeachment dos ministros do STF

Líder, que também foi candidato a deputado federal pelo PSL chama os caminhoneiros para "parar tudo a partir de 8 de setembro"

Reprodução álbum pessoal


Bolsonaro e Ramiro dos Caminhoneiros

Uma convocação de greve que circula desde o fim de semana, feita pelo Ramiro dos Caminhoneiros, um dos representantes dos profissionais no Brasil, ganhou corpo essa semana.

Os caminhoneiros estão se organizado para uma nova paralisação? Pelo menos para isso que chama um áudio de seis minutos, distribuído por Ramiro nos grupos de Whatsapp e Faceboobk.

Na publicação, Ramiro, anuncia uma paralisação da categoria em 7 de setembro. Ramiro Alves da Rocha Cruz Junior foi candidato a deputado federal pelo PSL em 2018 e tem 45 anos. Ele exige que os pedidos de impeachment dos ministros do STF sejam votados no Congresso porque “tá na hora de a gente se mexer”.

“Ou a gente dá um basta nesses caras ou esses caras vão provocar a ruína desse país e a gente vai virar uma Venezuela mais rápido do que se imagina”, diz ele.

“Já que o presidente não pode fazer nada, a gente vai com a faca nos dentes, vamos com força pra cima desse cenário do STF. Estão num conluio criminoso pra se protegerem e perpetuarem a corrupção”, declara.

“O pessoal da rodagem que está sendo a banda do Titanic, está mantendo a sociedade abastecida. Mas vamos agora pra cima, vamos combinar de todo mundo trancar tudo, parar tudo, de 8 de setembro em diante”, afirma. “Presidente, faça ou nós faremos. Acabou, p..”.

A postagem de Ramiro, no Twitter foi seguida de mensagens como "Boa Ramiro, nós precisamos das forças dos caminhoneiros para acabar com essa balbúrdia, os deuses do Olimpo tem que deixar o Presidente Bolsonaro governar...a Constituição tem que ser preservada e respeitada!!!", escreveu um dos seguidores.

Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Alexandre 07 de setembro, 2020 | 09:19
Devemos fazer tudo o que for possível para derrubar estes ditadores do STF! Se o Brasil tiver que parar para isso que seja, até porque de uma certa forma o país já se encontra mesmo estagnado por conta justamente destes comunistas que aí estão a impedir a gestão do Presidente Jair Bolsonaro!
Maria da Conceição de Lima 07 de setembro, 2020 | 07:35
Bom dia! Nobre Sr Ramiro, na live de Dr. Sandro Lúcio,ouvi do sr.a favor dos aposentados, pela Pl 1328/2020 e agora? Nos abandonou? Não é justo, mas mesmo assim, Confio no Sr,esteja do lado dos dos aposentadosq estão sofrendo abraço RN gratidão ??
Carlos Escher 17 de agosto, 2020 | 18:07
Depois que a esquerda anarquista perdeu as eleições por questões inclusive de ordem, ou seja por corrupção, pedaladas, formação de quadrilhas, mensalão, petrolão, agora vem os senhores encèfalos de esquerda querer moralizar a quebra do nosso Paìs colocando culpa num presidente que nem teve chance de governar...Apoio sim e muito qualquer manifestação que se faça. È um direito nosso. Precisamis muito de voces irmãos caminhoneiros!
Giordano Bruno 14 de agosto, 2020 | 16:33
A nossa corte suprema foi ocupada por militantes progressistas que querem desestabilizar o pais amordaçando a boca de quem levantar a voz contra eles. Essa é talvez a pior corte que tivemos nos últimos 50 anos. Praticam o seu autoritarismo e ativismo judicial sem o menor pudor. Não se conformam com os conservadores no poder e fazem de tudo para derrubar e desgastar o governo. As FFAA ficam omissas aos desmandos do STF, já que não é possível pelo amor que seja pela dor, APOIO INCONDICIONALMENTE a greve e o impeachment desses togados de araque.
Rdish.plus 13 de agosto, 2020 | 08:28
O que o STF fez de errado? Investigar o presidente? Quem não deve não teme. Não teve ABSOLUTAMENTE NADA que o STF tenha feito fora da constituição. Nada. O presidente não gosta de oposição e quer governar acima dos limites da lei e está querendo usar dos outros pra fazer pressão. Ele reclama da independência dos três poderes mas está ai tentando tratorar o STF, e covardemente fica usando os outros.
Mas não tem problema não, essa greve ai não prospera. Não se trata do mesmo motivo da greve que teve no passado, que era relativa aos preços do frete, e sim pra apoiar um governo INCOMPETENTE, INCAPAZ, e que os poucos feitos só foram possíveis porque foram liderados e capitaneados pelo congresso. A classe não é burra e não vai cair na onda desse deputado ai.
Só Sei Que Nada Sei... 13 de agosto, 2020 | 08:00
Esse País tá uma Zona... Presidente que não manda em nada, emissora de TV que só noticia o que a ela interessa, STF que se acha acima de tudo e de todos e um bando de gente que perdeu a TETA e tenta recuperar a Qualquer custo...vão caçar serviço bando de sanguessugas!!! O nojo desse Povo!
Jacira de Faria 13 de agosto, 2020 | 01:06
Por que não seria legal? É uma manifestação? Se todos podem parar, por que os caminhoneiros, não? E ele está propondo uma manifestação para travar as atitudes arbitrárias do STF, pra forçar o congresso a trabalhar e a pararem de fazer conchavos. Estão usando a pandemia para afundar o Brasil e tem gente que se faz de cego. Não é o caso de ser partidário, é o caso de ver que precisamos mostrar que 11 ministros em quem não votamos não podem comandar o país, desfazer tudo o que outros poderes fazem, entregar o país nas mãos dos bandidos como Fachin fez no Rio de Janeiro? Vão esperar o barco afundar de vez para se mexerem?

Enrique 12 de agosto, 2020 | 16:31
Sr Ramiro, nao seria o meu comentario que mudaria a decisao dos caminhoneiros, classe que se unida poderia realmente mudar ate decisoes dos poderes constituidos, mas a que vê se isso nao desestabilizaria a ordem, e passasse de democracia à anarquia, e nesse caso para que se atraiamos de uma vez a fome, mais uma pena insuportavel da população, nao bastando a pandemia, a meu ver é a vilã no momento. Meu receio é que pretendendo dar um susto no STF, fiquemos todos assustados, e nesse caso haveria a conivência dos tres poderes para por o exercito liberando o transporte. Nao sou experto no assunto, mas de imediato me ocorre que há que consultar mais sobre o eminente episodio .Obs, nao sou partidário!
Gedeão E. de Camargo Neto 12 de agosto, 2020 | 16:12
Esse cara precisa ser posto pra fora da Câmara dos Deputados. O presidente Rodrigo Maia precisa agir com as lideranças e cassar o mandato dele.
Geraldo K. 12 de agosto, 2020 | 15:57
Engraçado, por anos tivemos que aguentar os pseudos "sem-terra" incendiarem fazendas, destruirem até laboratórios de pesquisa, bloquearem estradas com meia dúzia de desocupados queimando pneus, e outros grupelhos de esquerda mancomunados para dizimar o país e defender o progenitor ideológico Lula e seus asseclas , e agora, que a granda massa de brasileiros acordou e quer justiça com o LIVRE DIREITO de manifestação, tem gente que vem falar em ilegalidade. Tem que fazer protesto SIM! Só um cego alienado não enxerga o que virou o STF.
Nelson Bailoni Filho 12 de agosto, 2020 | 15:06
Eu não sei se o tal de Ramiro, é um verdadeiro lider dos caminhoneiros ou não, mas li os comentários acima e me espantei com a total desinformação destas pessoas, ao dizer que este governo que, ATÉ ESTE MOMENTO, não apresentou nenhum ato corrupto e sim de realizações e promovendo, apesar das isntiutições corruptas, ajudar o povo nesta pandemia. Vejo que estas pessoas não ouviram e são totalmente inaptas a entender o sistema político corrupto deste país, pois o tal de Ramiro, mencionou um movimento contra os atos do STF, que está rasgando a constituição e isto é um perigo descomunal, que afronta os princípios de liberdade de expressão de cada cidadão.
José Santos 12 de agosto, 2020 | 14:28
ELE PODE SER LÍDER DO FALSOS CAMINHONEIROS QUE MEU NUCA FOI E NUNCA SERÁ SOU CAMINHONEIRO A MAIS DE 25 ANOS E NAO É UMA PORCARIA DESSA QUE VAI ME REPRESENTAR NÃO O MESMO DIGO AO SEU SUBORDINADO BOLSONARO EU NAO LHE APÓIE E NAO APÓIO BANDIDO MELICIANO NAO EU CONHEÇO O LIXO DA FAMILIA BOLSONARO DO RIO DE JANEIRO JA A MAIS DE 10 ANOS SO GANHA AS COISAS A PARTIR DO EXTERMIO DOS SEUS ADVERSÁRIOS SO SABEM FAZER ISTO
. 12 de agosto, 2020 | 13:46
Nelson, entre no Twitteer do Ramiro dos Caminhoneiros. Nessa mesma imagem que está no print no fim da notícia. Você viu que o próprio Ramiro quem publicou isso?
Carlos Roberto 12 de agosto, 2020 | 13:26
A bandidagem política não tem limites, estamos numa crise sem precedentes e os tais CAMINHONEIROS querem contribuir para a desgraça com a desculpa esfarrapada de alavancar o desgoverno do Bozo. É lamentável que um presidente precise recorrer a expedientes desta natureza para tentar se sustentar com a sua falta de um programa para melhorar o Brasil. É notório a qualquer desprovido de inteligência que o Miliciano Bolsonaro está se aliando a esta bandeira, pois sabe que a qualquer momento o STF vai derrubar a máscara dele e de sua família... então, vale até esculhambar o Brasil com uma paralização ilegal de caminhoneiros para esconder suas trapaças. Viva o Bonzo! E aí, um petralha vestido de deputado, que não passa da pitada, líder de caminhoneiros lança a plataforma de governo de Bolsonaro, greve nos transportes. Isto é o Brasil!
Shesheu 12 de agosto, 2020 | 12:38
Se continuar com esse desgoverno, a Venezuela já está na próxima curva! Acorda meu amigo, o povo não é trouxa!
Nelson 12 de agosto, 2020 | 12:29
Gostaria de checar a veracidade desta notícia!
Tanacar 12 de agosto, 2020 | 11:49
Deixa esse abestardo,
primeiro que a greve dele vai ser um fiasco,e segundo se ela acontecer vai simplesmente acelerar o enterro dos BOZOS.
Oliver 12 de agosto, 2020 | 10:32
No meu ponto de vista, é legal....Há manifestações contra policias, contra má gestão de políticos, e pq não contra mal ministros do STF ( claro se for comprovado ilegalidade). O fato dele ser deputado não impede tal manifestação, em tese, os caminhoneiros fazem parte da classe que o elegeu. A esquerda sempre usou de movimentos como sem terra, sem teto e outros pra chamar atenção da sociedade em nome de suas causas. Talvez não sei se o cenário dessa pandemia seria o momento exato, mas já passou da hora de mostrar que ninguém nesse pais está acima da lei. O bom seria que os mandados desses ministros fossem no máximo de 08 anos, assim como no senado.
Carlos Roberto 12 de agosto, 2020 | 10:06
A bandidagem política não tem limites, estamos numa crise sem precedentes e os tais CAMINHONEIROS querem contribuir para a desgraça com a desculpa esfarrapada de alavancar o desgoverno do Bozo. É lamentável que um presidente precise recorrer a expedientes desta natureza para tentar se sustentar com a sua falta de um programa para melhorar o Brasil.
Barrabas 12 de agosto, 2020 | 09:54
Com tantos problema neste pais.agora aparece um individuo deste o que parece nao conhece leis estamos vivendo num pais que pode aprofundar uma crise jamais visto.um presidente sem rumo sua fala nao pode dar credibilidade uma corrupcao anteriores e atualmente sem precedente uma doenca matando gentes e mais gente .Deus tenha piedade de nos.
Carla Gomes 12 de agosto, 2020 | 09:13
Alguém que entenda da Constituição esclareça aí. O cara é líder de caminhoneiros, mas deputado federal aliado do governo. Isso que ele está propondo é legal?

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO