Iguanas são apreendidas em Coronel Fabriciano

Répteis teriam chegado ao Vale do Aço pelo Sedex

Divulgação PCMG

Divulgação PCMG


Uma operação conjunta entre a Delegacia de Coronel Fabriciano e a Delegacia Especializada em Investigação de Crimes contra a Fauna de Belo Horizonte, resultou na apreensão de duas iguanas no bairro Caladinho em Coronel Fabriciano.

Após o recebimento de denúncias anônimas, os policiais civis prenderam um indivíduo de 33 anos, que realizou o tráfico de tais animais silvestres aproveitando-se do serviço dos Correios.

Os répteis teriam saído de São Paulo com destino a Coronel Fabriciano, nesta semana. Conforme as investigações que se encontram em andamento, as iguanas seriam encaminhadas posteriormente para a cidade de Ipatinga.

O investigado foi preso pela prática dos crimes de tráfico de animais silvestres e também por maus tratos, onde a soma das penas poderá alcançar dois anos de prisão.

Os animais foram recolhidos e entregues provisoriamente ao zoológico da região. Após os primeiros cuidados, eles serão encaminhados para o Centro de Triagem de Animais Silvestres do Ibama em Belo Horizonte.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO