Macrorregião do Vale do Aço é classificada como ''Onda Vermelha'' no Minas Consciente

Na edição do Diário Oficial do Estado de Minas Gerais, publicada nesta quinta-feira (6), a macrorregião do Vale do Aço foi classificada como “Onda Vermelha” pelo programa Minas Consciente do governo estadual. Com isso, caso Ipatinga faça adesão ao programa, apenas os serviços essenciais poderão ficar abertos, conforme já havia sido alertado pela Associação Comercial, Industrial, Agropecuária e de Prestação de Serviços de Ipatinga (Aciapi) e pela Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL).

Para o presidente da Aciapi, Cláudio Zambaldi, o fechamento dos estabelecimentos considerados não essenciais, em Ipatinga, causaria um prejuízo enorme para todo o comércio, que já funciona em dias alternados. “Já tínhamos alertado que o município entraria na onda vermelha, caso fosse feita a adesão ao programa do Estado, devido aos seus indicadores epidemiológicos. Dessa forma, todas as lojas de rua de Ipatinga e prestadores de serviço teriam que fechar novamente as portas e ficar esperando o avanço para a próxima onda que permitirá a reabertura do comércio não essencial. Por isso não podemos aceitar que o município faça a adesão ao Minas Consciente. Seria muito prejudicial para a cidade, que ficaria à mercê do Estado”, afirmou.

Conforme o presidente da CDL de Ipatinga, Amaury Gonçalves, “não podemos ficar dependentes das decisões do Estado. Precisamos que as cidades tenham maior poder de decisão durante essa pandemia. Por isso, se a Deliberação nº 17 também fosse atualizada ao longo do tempo, conforme a melhora dos números da doença, os municípios que já a seguem poderiam continuar com seus trabalhos de retomada da economia, sem precisar aderir ao Minas Consciente. Além disso, as lojas de Ipatinga já seguem todas as medidas sanitárias necessárias”, afirmou.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Adriano 06 de agosto, 2020 | 21:12
Que confusão

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO