Brasileirão das Séries A e B

Aurélio Caixeta

Divulgação


Aurélio Caixeta
Neste sábado (8), começa o Campeonato Brasileiro da Série B para Cruzeiro e América. E no domingo (9), Dia dos Pais, começa o Brasileirão da Série A para o Atlético. E ambos prometem trazer lazer e emoção, mesmo durante essa pandemia que, ao que tudo indica, está diminuindo.

No caso do Cruzeiro, todas as fichas serão jogadas para que o time consiga o acesso e que esteja na Série A em 2021, o ano em que a Raposa vai comemorar o seu centenário. Este é o objetivo principal e pode até ser visto como condição de subsistência, por causa dos problemas financeiros que pipocam a cada dia no clube.

O América foi superado na hora de ver quem iria disputar o título do Campeonato Mineiro, mas mostrou garra e que tem bons jogadores, que podem evoluir muito ainda. Não chegou ao objetivo em Minas, mas está muito bem preparado para se dar bem na Serie B.

O Atlético, por sua vez, começa cotado para ser um dos que podem almejar as primeiras colocações da Série A, mas tem que provar essa condição em campo, mostrar muito futebol e justificar os muitos milhões gastos até agora.

FINAL DO MINEIRO
Deu a lógica em Minas. O Tombense confirmou a melhor campanha e vai para uma final inédita contra o Atlético, um dos times de maior investimento do país, e que até por isso tinha mesmo a obrigação de chegar à final. Até aí nada de novo. Só que o time da Zona da Mata fez a melhor campanha e entra com vantagem na decisão, ainda que, na verdade, eu ache que isso não vai pesar muito, mesmo porque vai pegar “uma pedreira”.

Mesmo assim, o time de Tombos já garantiu o título de campeão do interior e entra na final como franco atirador. De repente o time repete, 15 anos depois, o feito obtido pelo Ipatinga de 2005, ou seja, um clube do interior ser campeão mineiro. Acho que pouca gente acredita nessa possibilidade, mas em futebol tudo pode acontecer.

UMAS E OUTRAS...
- o Troféu Independência meio que caiu do céu e chegou de graça para o Uberlândia. Deixando de lado os motivos e as explicações protocolares, esse caneco tem que ser muito comemorado pelo verdão do Parque do Sabiá. Isso porque, de cara, o time ganhou o direito a uma vaga na série D do Brasileiro de 2021 e pode até “beliscar” uma vaga na Copa do Brasil do ano que vem, desde que Minas Gerais venha a ter cinco vagas.

- E tem mais: o Verdão do Triângulo ganhou o direito de disputar uma Recopa com o Tombense, o campeão do interior. Para quem não tinha nem time para entrar em campo, conquistou tudo isso com a desistência do Cruzeiro. O clube agora pode se dar ao luxo de fazer uma programação para o ano todo, que é o sonho de toda agremiação do interior. Nesse caso específico, a covid-19 até que ajudou.

- Estamos pedindo a Deus pela plena e total recuperação da saúde do nosso amigo Osvaldo Cunha, o ‘Osvaldão’, que está internado na UTI do HMC, em Ipatinga, e também do ex-presidente do Ipatinga, Itair Machado, que está internado no Hospital Madre Tereza, em Belo Horizonte. Que eles sejam vencedores, como ocorreu recentemente com o jornalista/fazendeiro Waldecy Castro, o comentarista e ex-craque de bola Roberto Xavier ‘Coelhinho’ e o presidente do Ipatinga FC, Nicanor Pires e tantos outros.

- E a Série B do Mineiro, começa ou não? Se a Federação Mineira de Futebol não vem a eles, os times vão lá. As equipes estão programando uma visita à FMF, levando uma proposta para o retorno da competição. Tomara que volte mesmo, para que o ano não passe em branco. E segundo o técnico do Tigrão, Jose Ângelo, o Preca, o Ipatinga vai voltar forte. O sonho do acesso ainda está vivo entre os torcedores.

Contatos com a coluna: e-mail - caixeta.aurelio@gmail.com.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO