Incêndio em oficina mecânica destrói veículos, em Fabriciano

Uma viatura da PM foi totalmente destruída e uma outra sofreu danos na lateral causados pelo fogo

Divulgação Corpo de Bombeiros


Os militares foram acionados para debelar o incêndio na oficina mecânica

É investigada a causa de um incêndio que destruiu uma viatura da Polícia Militar, danificou parcialmente outra viatura e também consumiu um carro da oficina mecânica onde estavam os veículos. O sinistro ocorreu na tarde de quarta-feira (5) na avenida Tancredo Neves, no bairro Caladinho do Meio, em Coronel Fabriciano

De acordo com informações do 11º Batalhão de Corpo de Bombeiros Militar, as equipes foram acionadas para combater um incêndio em uma oficina mecânica. Segundo testemunhas, um funcionário realizava uma solda na lateral de uma viatura da PM, que se encontrava em reparos, quando um incêndio se iniciou na dianteira do veículo.

Os funcionários tentaram combater o princípio do incêndio com a utilização de extintores, mas a situação saiu de controle e o fogo se espalhou rapidamente por todo o veículo. Outra viatura da PM também foi atingida pelas chamas, sofrendo danos em sua lateral, mas as testemunhas conseguiram retirá-la antes que o fogo a atingisse por completo.

Já o carro da oficina, um Fiat Uno, que estava nas proximidades da primeira viatura que teria sido o foco inicial do fogo, foi consumido pelo incêndio.

Os bombeiros deslocaram equipes de Ipatinga, Timóteo e Coronel Fabriciano para controlar a situação na oficina, empresa credenciada para atender a Polícia Militar. Por meio de uma linha direta, os militares usaram cerca de 2 mil litros de água para apagar o incêndio e fazer o rescaldo.

O funcionário, que realizava a solda no veículo, passou mal por inalar fumaça e ainda sofreu queimaduras leves nas mãos e braços. Ele foi socorrido em uma Unidade de Resgate dos Bombeiros para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA), onde ficou em observação médica.

A perícia da Polícia Civil compareceu ao local para a análise das causas do incêndio, perícia que poderá determinar como o fogo se iniciou após avaliações sobre o ocorrido. O trabalho dos bombeiros foi acompanhado também pela Polícia Militar, pois foi necessário o registro de uma ocorrência da PM devido os danos nas viaturas da corporação.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

MAIS FOTOS

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO