Canais de atendimento da Copasa são alvo de reclamações de clientes

Bruna Lage


Com o fechamento das unidades da Copasa, o atendimento é feito pelo site da companhia ou por telefone

As unidades da Companhia de Saneamento de Minas Gerais (Copasa) estão fechadas há mais de quatro meses devido à pandemia do novo coronavírus (covid-19). Com isso, os clientes precisam resolver suas pendências relacionadas à Copasa pelo telefone ou internet. No entanto, muitas pessoas estão enfrentando dificuldade com esses canais de atendimento da companhia.

Desde o fechamento das unidades da Copasa, o Diário do Aço recebeu diversas reclamações de pessoas em relação ao atendimento oferecido pelo telefone ou internet. Dentre elas, está a manicure Angélica Lopes, que relatou ao Diário do Aço que está há 17 dias tentando parcelar os débitos do seu tio, mas até o momento não teve êxito. “O site fica fora do ar direto e pelo telefone não atendem ou falam que tem outra pessoa na frente. Dessa forma, não conseguimos pagar a conta de água pendente do meu tio”, disse.

Angélica Lopes também afirmou que as pessoas com idade mais avançada têm uma maior dificuldade para resolver suas pendências da Copasa pela internet ou pelo telefone. “Esse público não tem condições de buscar sozinho um atendimento virtual, precisam de ajuda de alguém. Além disso, as contas estão vindo muito caras. A minha mesmo veio um absurdo nesse mês, sendo que nem fico em casa direito. Desse modo, também vou precisar de fazer o parcelamento”, disse.

Parcelamento

Conforme divulgado pela Copasa no dia 25 de abril, os débitos dos clientes da Tarifa Social poderão ser parcelados em até 36 meses, com entrada de 0,5% ou o valor de uma fatura média dos últimos 12 meses (o que for menor). Para as demais categorias (residencial, comercial, industrial e pública), o valor da entrada passará para 5% do total do débito ou a média dos últimos 12 meses, e o restante parcelado em até 24 parcelas, com juros de 0,5%.

Resposta

Procurada pelo Diário do Aço, a Copasa informou, por meio de nota, que em razão da pandemia da covid-19, as agências de atendimento encontram-se fechadas. “Durante o período de afastamento social, as solicitações de serviços podem ser realizadas por meio de um dos canais de atendimento da empresa: Central de Atendimento 115; Copasa Atende (www.copasaatende.powerappsportals.com/SignIn); ou pelo aplicativo Copasa Digital (disponível para IOS ou Android)”.

A companhia ainda esclarece que as solicitações de parcelamento de débito devem ser realizadas por meio do canal Copasa Atende. “Em algumas situações, tais como a existência de parcelamento em andamento, dados cadastrais incompletos ou se o solicitante não for o titular da conta, não será possível o registro da solicitação de novo parcelamento de débito por esse canal. Nesses casos, a solicitação deverá ser feita por meio do site da empresa: www.copasa.com.br > FALE CONOSCO - Serviço: Parcelamento de Débito WhatsApp”, pontuou.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Rozeli 07 de agosto, 2020 | 14:17
A agencia virtual não funciona;
A pessoa responsável pra fazer a leitura do hidrômetro não chama e multiplica a conta ou repete o valor do mês anterior.
Os canos têm ar parece que tem uma bomba hidráulica em casa.;fazendo com que quase triplique o valor. Se liga para a copasa a atendente nada pode resolver, só pela agência virtual que, quando funciona pede CPF do proprietário, ou seja, um inquilino não resolve, tendo apenas que pagar os absurdos de conta. Somos roubados simplesmente.

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO