31 de julho, de 2020 | 13:53

Ordem de serviço para retomada de obras na LMG-760 deve ser dada na próxima semana

Arquivo
Retomada das obras pode ser anunciada em reunião na semana que vem, entre os governadores de Minas e do Espírito SantoRetomada das obras pode ser anunciada em reunião na semana que vem, entre os governadores de Minas e do Espírito Santo

Na próxima terça-feira, às 11h, será promovida uma reunião remota entre o governador de Minas Gerais, Romeu Zema, e o governador do Espírito Santo, Renato Casagrande. Na ocasião, serão anunciados investimentos na Bacia do Rio Doce, dentre elas a retomada das obras da LMG-760 e da Estrada Parque Bispo Dom Helvécio, em Marliéria. O deputado estadual Celinho do Sinttrocel (PCdoB) é um dos convidados a participar do encontro.

Uma das expectativas do encontro é que seja dada ordem de serviço para a retomada das obras da LMG-760. O deputado Celinho adiantou que “finalmente o Governo de Minas Gerais e a Fundação Renova chegaram a um entendimento para a liberação e execução dos recursos como forma compensatória pelos impactos do rompimento da barragem de Fundão na bacia do Rio Doce, com aval da Justiça federal”.

O deputado destaca que os recursos que totalizam R$ 140 milhões, sendo R$ 128 milhões para conclusão da LMG-760 e R$ 12 milhões para a Estrada Parque, é uma verba carimbada e não pode ser utilizada com outra finalidade que não sejam as obras para a qual foi destinada. “Não podem mais alegar falta de recursos para a finalização das obras, estes recursos têm destino certo e homologado pelo judiciário”, enfatiza
Celinho.

Voz persistente

O deputado Celinho é uma das autoridades que articulou junto ao Governo do Estado uma solução para a continuidade das obras, que estão paradas desde 2018. “Foram realizadas diversas audiências públicas para debater o assunto na Assembleia Legislativa de Minas Gerais. Realizamos ações e encontros junto ao vice-governador de Minas, Paulo Brant e ao secretário de Infraestrutura e Mobilidade, Marco Aurélio Barcelos, que inclusive aceitou convite para conhecer a estrada e o Perd (Parque Estadual do Rio Doce) em 2019, motivando-o para a busca de soluções para a retomada das obras”.

Junto com lideranças políticas, empresariais e da sociedade civil do Vale do Aço, o deputado Celinho foi um dos interlocutores para incluir as obras da LMG-760 e da Estrada Parque Bispo Dom Helvécio no planejamento da Fundação Renova, instituição criada pela Vale para fazer as compensações dos danos provocados pelo desastre da Mina de Fundão, em Mariana, como forma de compensar os danos ao Perd.

A primeira fase compreendeu os entendimentos entre a Fundação Renova e o Governo de Minas e foi vencida com a aprovação dos recursos pelo Comitê Interfederativo da Renova (CIF), em janeiro de 2020. Em seguida, iniciou-se a busca do formato jurídico mais adequado a ser apreciado pelo Conselho Curador da Renova.

Após as consultas jurídicas necessárias com a 12ª Vara da Justiça Federal para garantir maior segurança na execução dos recursos, foi aprovado pelo Conselho Curador da Renova o instrumento jurídico para a liberação da ordem de R$ 128 milhões para as obras da MG-760 no trecho que liga o município de São José do Goiabal ao distrito de Cava Grande no município de Marliéria, com 57 km de extensão, detalhou o deputado Celinho.

O parlamentar lembra ainda que o CIF e o Conselho Curador da Renova aprovaram também um montante de R$ 12 milhões para as obras da Estrada Parque Bispo Dom Helvécio que liga o município de Marliéria ao Parque Estadual do Rio Doce, com extensão de 14,2 km.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: [email protected]

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

Luiz Santos Destro

01 de agosto, 2020 | 18:00

“Ih rapaz, voltou de novo essa ladainha, só porque está chegando as eleições, já vai fazer o povo de palhaço de novo, nada disso eu não acredito mais.”

Jaime

01 de agosto, 2020 | 12:57

“E incrivel toda vez que tem eleicao fala neste asfalto as vezes,asfalta alguns metros passou a eleicao tudo para.imagino quanto de dinheiro ja foi roubado deste asfalto.como pode haver tanta desonestidade e falsidade nesta obra.”

João Carlos de Miranda

01 de agosto, 2020 | 10:23

“Essa obra da MG 760 é uma piada. Vim pra Timóteo em 88 e já se falava em asfalto. Já teve mais festa pra comemorar o início das obras do que a própria obra. Tomara que não roubem os recursos antes.”

Zoio de Zoiar

31 de julho, 2020 | 22:50

“Agora assinam até construção da pirâmide do Egito. Passando as eleições, inventam uma desculpa esfarrapada e param as obras. Aí a novela volta com seu próximo capítulo em 2022. E assim sucessivamente em ano eleitoral.”

Luis

31 de julho, 2020 | 14:34

“Porque a azul esta voando pra valadares e cortou todos os voos do vale do aco? Sera que nao acredita mais na reforma da pista do aeroporto?o ano ja vai caminhado para o fim e nada de reforma .alguem sabe dar alguma informacoes ?”

Joanas

31 de julho, 2020 | 14:30

“A reforma na pista do aeroporto ?”

Envie seu Comentário