Homem é preso meia hora depois de ser liberado da delegacia, em Ipatinga

Policiais militares registraram dois furtos no mesmo dia praticados pelo preso na segunda-feira

Google


Um homem de 43 anos foi preso duas vezes no mesmo dia pelo crime de furto e, na segunda vez, meia hora depois de ser liberado da 1ª Delegacia Regional da Polícia Civil em Ipatinga. M.J.O. foi reencaminhado para a delegacia depois de furtar uma bicicleta no bairro Caravelas no início da noite de segunda-feira (27).

O Diário do Aço apurou que o primeiro furto ocorreu em uma obra na rua Florença, no bairro Bethânia, como contou a vítima de 21 anos, por volta das 7h30. Assim que chegou para o trabalho e deixou a mochila no local, uma pessoa foi vista entrando na construção furtando o objeto do rapaz.

Assim que foi informado do furto, um amigo da vítima saiu em uma bicicleta atrás do ladrão e o encontrou na ciclovia na avenida Selim José de Sales. A Polícia Militar foi acionada e realizou a prisão de M.J. e a recuperação de todos os pertences furtados na construção.

O preso foi encaminhado para a delegacia de Polícia Civil e passou o dia todo na cela para aguardar decisão do delegado que recebeu o caso. Como em casos de furtos simples, na legislação atual, praticamente a pessoa não fica presa por estes crimes, M.J. foi liberado no início da noite depois de prestar esclarecimentos e instaurado um inquérito.

Contudo, M.J. já em liberdade e ao passar pela avenida Getúlio Vargas, no bairro Caravelas, furtou uma bicicleta que se encontrava em uma academia. O ladrão não contava com o fato de ser flagrado por uma pessoa que viu o furto e avisou ao dono, que alcançou o ladrão.

M.J. se desequilibrou, caiu no chão e foi imobilizado até a chegada de uma equipe da Polícia Militar, que se encontrava nas proximidades. O homem recebeu voz de prisão e foi encaminhado novamente para o plantão da Polícia Civil cerca de meia hora depois de ser liberado, situação que chamou a atenção dos policiais. Desta vez, pela reincidência, ele foi atuado em flagrante e encaminhado para o Sistema Prisional.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Jaqueline Sena de Andrade 30 de julho, 2020 | 07:35
BRASIL, ONDE AS LEIS SÃO PARA BANDIDOS,,, VERGONHA!!!
Francisco Ermelindo de Oliveira 29 de julho, 2020 | 10:40
BOM dia!
Este gosta de cadeia mesmo.
Até parece que ele quer ficar é prezo mesmo.
Por que lá tem almoço janta tudo na hora certa.
Já costumou ficar misturado já mesmo.
Silvana Paula 29 de julho, 2020 | 07:30
Que vergonha né as coisas tá tão difícil mais ainda nesse mundo acha pessoas para roubar o que a pessoa lutar para ter com tanta dificuldade eu sei o desemprego tá muito mais isso não é motivo para sair roubando cidadão de bem eu não sei que dificuldade as pessoas achar em trabalhar tem gente que prefere roubar do que trabalhar nesse caso também a lei foi fraca se tivesse mantido o criminoso preso desdo primeiro furto ele não tinha saído para furta outra vez

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO