Cobrança de dívida gera briga generalizada, em Timóteo

Uma das vítimas está internada em estado grave no Hospital Vital Brazil e os autores se encontram foragidos

Notícia atualizada às 8h55 de 26/7
Reprodução vídeo


A briga aconteceu no meio da rua no bairro Macuco, em Timóteo

Um homem de 31 anos está internado em estado grave no Hospital Vital Brazil desde a tarde deste sábado (25). Ele foi atingido com vários golpes de faca durante uma briga generalizada na rua Patativa, no bairro Macuco, em Timóteo, que começou depois da cobrança de uma dívida. Outras quatro pessoas saíram feridas, entre elas, a mãe dele e uma sobrinha.

O Diário do Aço apurou com a Polícia Militar que a briga ocorreu por volta das 15h depois que W.M.G., de 31 anos, foi até a casa de L.G.P., de 29 anos, para receber uma dívida de R$ 100. T.M.M., de 20 anos, sobrinha de W.M, também vítima agredida na confusão, disse aos policiais que este débito já teria algum tempo e o valor seria da venda de uma máquina de cortar pedra (Makita).

O devedor não teria gostado de ser cobrado, mesmo pagando o débito, W.M. teria chutado o portão da casa. L.G. saiu para arrumar uma “solução” para o problema. Ele, juntamente com um irmão L.G.P., de 22 anos, e o pai, A.F.G.P., de 55 anos, em motocicletas, alcançaram W.M nas proximidades da escola do bairro Macuco. Eles começaram a agredir a vítima, além de desferir as facadas.

Na tentativa de salvar à vítima das agressões, dois irmãos de W.M., os J.G.M., de 42, W.M.N.S., de 25 anos, a sobrinha T.M. e ainda a mãe deles, a E.L.M.N., de 62 anos, foram acudir o homem alvo da família do devedor. Eles também acabaram sendo vítimas e saíram feridos durante a briga generalizada.

A jovem T.M. foi atingida com um golpe na testa e sofreu um corte profundo. Ela recebeu atendimento na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do bairro Primavera. Já as outras vítimas feridas foram levadas para o Hospital Vital Brazil. J.G. foi atingido com uma facada no ombro esquerdo, já W.M. ferido superficialmente sobre o mamilo esquerdo e dona E.L. teve os dedos machucados da mão direita.

Já W.M.G. ficou ferido gravemente, conforme informaram os profissionais do HVB aos policiais militares. Ele foi atingido com seis a oito facadas que provocaram ferimentos na boca, língua, braço esquerdo e ombro direito. Diante da gravidade dos ferimentos, ele ficou internado e precisou ser entubado.

Enquanto uma equipe da PM buscava informações sobre os estados das vítimas, outra tentava localizar os acusados da agressão, situação que chegou a ser filmada por uma pessoa no Macuco, vídeo de celular que viralizou nas redes sociais e nos grupos de WhatsApp. Os suspeitos fugiram em um VW Gol de cor verde, conforme informações anônimas recebidas pela PM durante as buscas aos autores das facadas.

O veículo da fuga e seu motorista foram localizados horas depois no distrito de Cachoeira do Vale, na noite de sábado. D.B.S.M., de 25 anos, ao ser detido pela PM, confirmou que deu carona aos envolvidos na agressão. Eles foram deixados no bairro Primavera e, apesar dos ferimentos, os irmãos e o pai deles não procuraram socorro na UPA ou hospital. O Gol foi removido ao pátio credenciado pelo Detran. D.B. foi conduzido para se explicar ao plantão da 1ª Delegacia Regional de Ipatinga.


Confusão no bairro Bom Jardim, em Ipatinga, terminou com cinco presos


Briga entre vizinhos no Bom Jardim


Em Ipatinga, no bairro Bom Jardim, uma briga generalizada também teve vídeo feito com celular que circulou nas redes sociais. Nesta confusão ocorrida por volta das 17h, na rua Joaquim Gonçalves Rosa, terminou com cinco pessoas envolvidas na briga detidas pela Polícia Militar.

As equipes da PM, comandadas pelo sargento Ananias, conduziram para a delegacia de Polícia Civil os envolvidos na briga: W.C.P., de 42, R.H.O., 19 anos, R.S.C., de 48 anos, E.O.O., de 46 anos, e P.H.C.O., de 20 anos. O motivo do entreveiro entre eles no Bom Jardim seria uma desavença entre vizinhos.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

MAIS FOTOS

Comentários

Manguita 28 de julho, 2020 | 15:15
Gente esse povo vai pegar COVID 19 nessas brigas, porque há muito contato social nossa, esse que deu carona deve ter pegado COVID também e levado pro bairro Cachoeira do Vale, estou muito preocupada,

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO