Administração de Timóteo intensifica ações de prevenção à covid-19

Divulgação


Servidores públicos e estagiários da prefeitura foram testados nesta sexta-feira pelos agentes da vigilância Epidemiológica

A Secretaria Municipal de Saúde e Qualidade e Vida de Timóteo promoveu nesta sexta-feira (24) a realização de testes rápidos para detectar a covid-19 nos servidores e estagiários que atuam na prefeitura. Ao todo foram testados 134 pessoas, dando negativo para 133. Em apenas um servidor o resultado do exame detectou IgG reagente, o que significa que ele teve infecção há pelo menos 3 semanas e já está imunizado, informou o governo.

A iniciativa de monitoramento da saúde dos servidores se soma a outras testagens que já vêm sendo realizadas, a exemplo do pessoal da área de saúde e nos internos do Sodalício Tio Questor, que também fizeram swab nasofaringe. Segundo a Secretaria de Saúde, os servidores de outros setores da prefeitura também serão submetidos à testagem rápida para o novo coronavírus.

A Limpeza Urbana da Secretaria de Obras também está promovendo a desinfecção de espaços públicos com hipoclorito de cálcio, insumo que foi doado pela Copasa. A Vigilância Sanitária ainda listou os locais prioritários para receber a sanitização baseada em Nota Técnica da Anvisa. Nesta semana foram desinfectadas as áreas externas do Centro de Referência à Covid-19, no Centro de Saúde João Otávio; o Sodalício Tio Questor; e a UPA Geraldo dos Reis Ribeiro.

A empresa também instalou lavabos de apoio para a higienização das mãos dos moradores em vários pontos da cidade, entre os quais, Praça 1º de Maio, no Centro Norte, distrito de Cachoeira do Vale e Feira do Timirim.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO