Timóteo vai inaugurar mais dez leitos de UTI para pacientes com covid-19

Divulgação


Os leitos de UTI do Hospital e Maternidade Vital Brasil serão regulados 100% pelo SUS Fácil

Após mais de 90 dias de articulação, o município de Timóteo passa a contar com dez leitos de Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) para atender pacientes com covid-19. O funcionamento dos leitos intensivos do Hospital e Maternidade Vital Brasil (HMVB) começa a partir das 19h desta sexta-feira (24), informa o governo timoteense.

Originalmente os leitos eram de UTI Neonatal Pediátrico e estavam parados em função de uma contenda judicial. Paralelamente a isso, a mantenedora do HMVB, Sociedade Beneficente São Camilo, anunciou no início deste ano que não iria mais continuar à frente da unidade hospitalar.

Para viabilizar os leitos, o município fez gestões junto ao governo do Estado e contou com a parceria da Aperam South America, proprietária do imóvel e que também disponibilizou recursos para ajudar a custear a manutenção da estrutura da UTI para a covid-19, detalha o Executivo.

Os leitos serão geridos pela Organização Social de Saúde (OSS) Hospital Terezinha de Jesus, entidade referência no enfrentamento a Covid-19 na Zona da Mata mineira, que soma uma população superior a 1,5 milhão de habitantes. Naquela região está sob a responsabilidade da OSS a gestão de 120 leitos, sendo 100 clínicos e outros 20 de UTI.

“Esses leitos chegam em boa hora, num momento de agravamento da pandemia. Estamos trabalhando duro no enfrentamento ao novo coronavírus e adotando todas as ações necessárias para garantir uma retaguarda de atendimento de qualidade à nossa população”, destaca o prefeito Douglas Willkys.

Os leitos de UTI do HMVB serão regulados 100% pelo Sistema Único de Saúde (SUS) Fácil, ou seja, a unidade não vai atender demanda espontânea de pacientes, detalha o governo. A unidade vai atender pacientes confirmados e/ou suspeitos com o novo coronavírus 24 horas, sete dias por semana, com uma equipe composta por 15 médicos plantonistas nas diversas especialidades médicas como infectologista, nefrologista, neurologista, dentre outros, além de cerca de 40 profissionais como enfermeiros, técnicos em enfermagem, farmacêutico, técnico em farmácia e pessoal da área administrativa.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO