Programa do MEC oferta especialização em educação profissional e tecnológica

Vagas serão destinadas para professores de redes estaduais de todo o país

Divulgação


Segundo o MEC, ''a oferta do curso visa atender a uma necessidade de formação de professores em Educação Profissional e Tecnológica''. Para tanto, serão ofertadas 4.320 vagas para professores de redes estaduais de todo o país

O Ministério da Educação (MEC) vai oferecer curso de especialização lato sensu em docência para a educação profissional e tecnológica ministrado na modalidade a distância. As aulas devem começar no segundo semestre deste ano dentro do Programa Novos Caminhos.

Segundo o MEC, “a oferta do curso visa atender a uma necessidade de formação de professores em Educação Profissional e Tecnológica”. Para tanto, serão ofertadas 4.320 vagas para professores de redes estaduais de todo o país.

Para viabilizar a oferta, as redes estaduais precisam aderir à iniciativa até o dia 14 de agosto. Após, cada rede receberá uma parcela do total de vagas e deverá selecionar os professores de suas escolas para cursarem a especialização.

A necessidade de oferecer o curso foi apontada, pelo MEC, em um diagnóstico realizado pelo Ministério, que buscou avaliar a implementação do itinerário da formação técnica e profissional. O assunto foi tema de eventos realizados pela pasta em dezembro de 2019 e em março de 2020, que reuniram coordenadores de educação profissional e tecnológica de todos os estados.

Programa Novos Caminhos

Lançado em outubro de 2019, o Programa Novos Caminhos é uma das estratégias do Ministério da Educação para a educação profissional e tecnológica. O programa prevê a oferta de 40 mil vagas em cursos de complementação pedagógica, atualização tecnológica e/ou especialização para professores das redes públicas até 2022.

*Com informações do MEC

Fonte: Agência Educa Mais Brasil
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO