Município de Coronel Fabriciano nega lotação de leitos de UTI Covid-19

Dos 20 pacientes hospitalizados com a confirmação de covid, no Hospital José Maria Moraes, administração afirma que sete estão em nas vagas de UTI (que são 20) e os demais na enfermaria (também 20 vagas)


Dos 20 leitos de UTI destinados aos pacientes de covid-19 em estado grave o governo afirma que 7 estão ocupados
Com atualização de dados
Em nota publicada na noite deste domingo a Prefeitura de Coronel Fabriciano negou que o número de leitos de UTI, disponibilizados para tratar pacientes de covid-19 no município, estejam esgotados.

"Esclarecemos que o Hospital Dr José Maria Morais, possui 40 leitos exclusivos para tratar a doença, sendo 20 de UTI e 20 clínicos ( enfermarias). Do total de leitos de UTI com respiradores temos 7 pacientes entubados".

"Lembrando ainda que nos próximos dias estaremos recebendo a presença do governador do estado, Romeu Zema, para ampliação de mais 40 leitos no Hospital Dr José Maria Morais", acrescenta.

Na nota o governo reforça que "tem se empenhado ao máximo para garantir atendimento aos pacientes do município neste momento de pandemia" e que considera equivocada a notícia divulgada com base no boletim epidemiológico divulgada pela prefeitura no domingo e que segue abaixo.

O gráfico cita que são 20 pacientes internados, sem especificar se estão em UTI ou Enfermaria, origem do equívoco anterior.

Os dados oficiais indicam que o município tinha, nesse domingo (19), 1.406 casos confirmados da covid-19, 1.032 pacientes estão recuperados e 20 pessoas já morreram com a doença provocada pelo coronavírus. Outros 770 casos suspeitos estão em investigação.



Veja mais:
Números oficiais do novo coronavírus (covid-19) no Vale do Aço
Dois homens morrem com covid-19 em Ipatinga e óbitos chegam a 77
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO