Justiça Desportiva nega pedidos para vetar retorno do Mineiro

Nesta terça-feira (14), o Tribunal de Justiça Desportista de Minas Gerais (TJD-MG) negou as tutelas cautelares de Tupynambás e Villa Nova, que solicitavam o adiamento do retorno do Campeonato Mineiro (marcado para o dia 26 de julho) e a suspensão do rebaixamento neste ano. Os clubes alegaram que não havia tempo hábil para treinamento.

Na ação, os clubes, vice-lanternas do Estadual, pediram ao menos para as duas partidas que eles devem disputar na fase de classificação fossem adiadas.

Ao negar a liminar, o presidente do TJD-MG, Bruno Dias Cândido disse que os protocolos para a retomada do Campeonato Mineiro foram elaborados por profissionais "habilitados e competentes". Além disso, ele pontuou que a data de retomada do certame foi definida em comum acordo entre os clubes da elite com a Federação Mineira de Futebol (FMF).
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO