Homem encontrado no rio Piracicaba no fim de semana foi assassinado

Enviada por leitores


Desde o momento em que o corpo foi retirado desse local, no rio Piracicaba, desconfiava-se de um homicídio

A polícia trata inicialmente como homicídio a morte de Adriano Felício Carneiro Oliveira, de 36 anos, cujo corpo foi localizado na margem do rio Piracicaba, em Coronel Fabriciano, conforme noticiado pelo Diário do Aço. O cadáver de Adriano estava preso em uma galhada nas proximidades do bairro Santa Terezinha. O homem morreu vítima de um ferimento provocado por um objeto contundente na cabeça.

Uma testemunha relatou aos policiais militares que na terça-feira (7) estava com Adriano e resolveram atravessar o Rio Piracicaba, nadando, para buscarem drogas. Ele retirou as roupas para colocar a vestes em uma sacola plástica e pendurou em volta do pescoço, como contou a mulher. Durante a travessia, Adriano se afogou e foi levado pela correnteza.

A testemunha acionou o Corpo de Bombeiros e a Polícia Militar, ainda no mesmo dia do tal desaparecimento, mas como havia escurecido, não foi possível localizar Adriano. Apenas na tarde deste sábado, quatro dias depois, o cadáver foi encontrado por populares em uma das margens do rio Piracicaba, no bairro Santa Terezinha. Crianças que brincaram nas proximidades viram o corpo boiando e chamaram os adultos.

O corpo foi resgatado pelo Corpo de Bombeiros Militar e encaminhado ao Instituto Médico-Legal (IML) de Ipatinga depois dos trabalhos da perícia da Polícia Civil. Já havia suspeita que Adriano pudesse ter sido agredido, mas a situação poderia ser comprovada somente por meio de exames mais minuciosos pelos legistas.

Foi descartada a possibilidade de a vítima ter morrido afogada. O entendimento é que o homem morreu ao receber um violento impacto na altura da nuca (região cervical) de um objeto contundente. O caso foi encaminhado para a delegacia de Polícia Civil para investigar as circunstâncias da morte da vítima, que morava no bairro Primavera, em Timóteo.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO