Briga de casal termina em incêndio e golpes de faca, em Timóteo

A Polícia Militar recebeu informações, na manhã de sábado (11), segundo a qual um incêndio criminoso teria ocorrido após uma briga de casal, na rua Viçosa, bairro Nossa Senhora das Graças, em Timóteo. Um investigador da Polícia Civil ajudou a impedir o avanço do fogo na residência, que teria sido colocado por uma mulher de 35 anos, que também acertou golpes de faca contra seu companheiro, de 52 anos.

O investigador da Polícia Civil, Helton Moreira, relatou à Polícia Militar que estava em sua casa, quando foi chamado por um vizinho da vítima, alegando que havia uma confusão na residência do casal, na rua Viçosa, na qual a mulher tinha golpeado seu companheiro com uma faca e em seguida colocado fogo na própria casa.

Quando o investigador chegou ao local, se deparou com muita fumaça saindo do imóvel e o homem de 52 anos sangrando por causa dos ferimentos causados pelo corte de faca. Com isso, o investigador começou a jogar água no fogo, que se concentrava no quarto do casal. Ele conseguiu impedir que as chamas se alastrassem pelos demais cômodos, porém, o colchão e a cama do casal foram totalmente destruídas pelo fogo.

Já a vítima relatou para a Polícia Militar que teve um relacionamento com a autora do incêndio, mas que devido aos diversos atritos entre eles, decidiu romper com o relacionamento. Mesmo assim, a vítima conta que a mulher chegava frequentemente de madrugada, arrombando o portão e o acordando. A versão do homem é que, no sábado, a autora chegou novamente à residência, por volta das 4h10, e arrombou o portão e a porta dos fundos. Como estavam trancados, ela ficou nervosa e iniciou uma discussão com o homem.

Durante a discussão, a mulher se armou com uma faca e começou a golpear seu companheiro. Acertou vários golpes, porém, ele conseguiu escapar. Em seguida, ela colocou fogo no lençol e no colchão, momento em que o investigador da Polícia Civil chegou, efetuando a prisão da mulher.

O homem de 52 anos foi encaminhado para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA), no bairro Primavera, onde foram constatados diversos ferimentos em seu corpo. A vítima também relatou que a autora queimou o Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV) de sua motocicleta, sua Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e um cartão de banco.

A mulher, de 35 anos, apresentava arranhões em ambos os pulsos e foi levada para a UPA, no bairro Primavera, onde foi atendida e liberada em seguida. Ela foi presa e conduzida para a Delegacia de Polícia. Um inquérito foi aberto para apurar o caso. Entre outros delitos ela responderá poder tentativa de homicídio.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO