Porque a dança não pode parar...

Centro de Referência em Dança do Vale do Aço está realizando aulas online

Salette Olguin/Divulgação


Salette, Adaune e Larissa, com alunas do projeto
Em fevereiro de 2020 teve início mais uma edição do projeto Centro de Referência em Dança do Vale do Aço, que oferece aulas gratuitas de balé clássico a alunas da rede pública de ensino. Foram mais de 150 inscritas, para ocupação das 100 vagas que disponibilizadas.

Com aulas duas vezes por semana, de manhã e à tarde, tudo corria bem até que, em meados de março, veio a pandemia do novo coronavírus e o projeto foi paralisado. Foi uma grande frustação para as alunas, principalmente as iniciantes, que viam interrompido o sonho de participar de aulas de balé clássico.

Salette Olguin/Divulgação


Grupo de alunas selecionadas pelo Centro de Referência
“O mundo vive um momento delicado, com muitas novidades e incertezas, e nós aprendemos dia a dia a conviver com esta nova realidade”, destaca Salette Olguin, professora e diretora do projeto Centro de Referência em Dança do Vale do Aço.

Ela e a filha, Larissa Olguin, também professora do projeto, começaram em maio a produzir vídeos que foram disponibilizados para alunas da Academia Olguin Cariru. O desafio precisava ser vencido com cuidado, pois geralmente os professores precisam acompanhar as aulas bem de perto.

“Quando suspendemos as aulas estávamos num cenário preocupante, sem saber como tudo iria acontecer. A nossa expectativa era voltar o mais breve possível, mas tudo foi piorando e retomar as aulas presenciais ainda é uma incógnita”, avalia Salette Olguin.

Salette Olguin/Divulgação


Uma das fases do processo de seleção entre candidatas
Retorno positivo
Aos poucos os vídeos foram sendo disponibilizados e, com o sucesso obtido, as professoras iniciaram em junho as aulas virtuais, de início só para as alunas adultas da Academia Olguin Cariru e, depois, gradativamente, foram sendo realizadas com alunas acima dos 10 anos.

Como a proposta vem dando certo, a partir desta semana as aulas do projeto Centro de Referência em Dança do Vale do Aço estão sendo ministradas virtualmente para cerca de 60 participantes, sempre com autorização e acompanhamento dos pais.

“Tudo isso ainda é muito novo”, avalia Larissa Olguin. “Estamos buscando fazer com que as alunas tenham uma aula divertida e produtiva. Eu mostro os movimentos, minha mãe acompanha cada participante pelo vídeo e faz as correções necessárias. Temos também a participação da bailarina Adaune Silva, que ajuda no processo de acompanhamento”, diz Larissa.

Salette Olguin/Divulgação


Com a pandemia, as alunas estão estudando de forma virtual
De acordo com Salette, por enquanto está dando tudo certo e o retorno que chega das alunas tem sido realmente positivo. Entretanto, em função das características do ensino do balé, as aulas só são ministradas para alunas acima de 10 anos. “Abaixo desta faixa etária, só presenciais”, destaca.

As aulas online do projeto Centro de Referência em Dança do Vale do Aço estão sendo ministradas pelo aplicativo Zoom e as participantes inscritas no projeto recebem a cada dia o link para entrada no aplicativo.

O projeto conta com o patrocínio da Usiminas e apoio do Instituto Usiminas, por meio da Lei Estadual de Incentivo à Cultura. A realização é da Associação Cultural Zélia Olguin e do Governo do Estado de Minas Gerais.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO