Vigilância Sanitária de Fabriciano alerta sobre teste de covid interditado pela Anvisa

A Gerência de Vigilância em Saúde da Secretaria de Governança da Saúde de Coronel Fabriciano distribuiu nessa semana, a todas as clínicas médicas, distribuidoras de medicamentos e produtos de saúde, drogarias e laboratórios, o ofício 07/2020 que alerta sobre a resolução 1.613 de 21 de maio deste ano da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), que interditou um lote de testes rápidos covid-19 do laboratório Advagen Biotech Ltda por resultado de análise insatisfatório. A informação é do governo municipal.

A empresa pode apresentar provas para reverter a interdição do produto ou solicitar a contraprova da análise. Segundo a Anvisa, essa interdição cautelar tem validade de 90 dias. Neste período está proibida a importação, comercialização e uso do teste rápido.

O lote interditado é o de número 20193-01 do produto Teste Rápido Covid-19 IGM/IGG, Registro 81472060020. A secretaria pede aos proprietários e profissionais responsáveis técnicos que se porventura necessitarem, entrar em contato com a Vigilância Sanitária pelo e-mail: visafabriciano@gmail.com ou pelo telefone: 3846-7745.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO