Administração de Ipatinga aplica testes rápidos em servidores do INSS

Divulgação


Profissionais são testados antes da reabertura da agência, marcada para 3 de agosto

Com previsão de retorno aos trabalhos presenciais de atendimento ao público somente no dia 3 de agosto, em função da pandemia de covid-19, a administração de Ipatinga realizou, nesta quinta-feira (9), um trabalho preventivo de aplicação de testes rápidos em cerca de 40 servidores da agência da Previdência Social.

O objetivo da ação é identificar com mais exatidão o nível de circulação da covid-19 na cidade e também os eventuais focos de contágio da doença. Conforme o governo, para a realização do teste rápido é recolhida uma amostra de sangue, e o resultado pode ser verificado poucos minutos após a coleta do material.

O gerente da agência da Previdência Social em Ipatinga, Helton Alves Ribeiro, ressalta que o trabalho realizado pelos servidores do INSS é, na maior parte do tempo, de atendimento público e principalmente pessoas que estão classificadas em grupo de risco para a covid-19.

“Aproveito a oportunidade para agradecer a Prefeitura de Ipatinga, que atendeu a nossa solicitação de realizar a testagem em nossos servidores. Vejo tudo isso como um excelente trabalho preventivo, uma vez que podemos retornar ao atendimento presencial a qualquer momento e precisamos saber como está a saúde dos nossos servidores. Nosso público é, na maior parte, grupo de risco, como idosos, gestantes, deficientes e pessoas doentes que procuram o INSS por incapacidade. Identificando de forma antecipada o funcionário que eventualmente esteja contaminado com o vírus, é possível realizar o afastamento para evitar ainda mais a contaminação interna e, também, preservar o próprio público”, disse o servidor.

Testagem

“Seja teste rápido, RT-PCR ou outro tipo de exame, a cidade de Ipatinga já realizou até o momento quase 13 mil testes para checagem de casos covid-19. Isso significa que hoje o município vem conseguindo trabalhar com um mapa real dos números de infectados. Quando o governo decide realizar uma força-tarefa para testagem de assintomáticos da linha de frente é uma forma de garantir que essas pessoas que também não pararam de trabalhar não estão infectadas e continuam aptas para prestarem os seus serviços à sociedade”, disse o prefeito Nardyello Rocha.

A mobilização da força-tarefa para testagem de um amplo grupo de profissionais, em segmentos diversos, está sendo possível após o município adquirir 10.000 kits de testes rápidos para detecção do coronavírus. Os testes estão sendo usados para checagem das condições de saúde principalmente nas forças de segurança, saúde e profissionais da linha de frente ao combate à covid-19. Também estão sendo priorizadas pessoas abrigadas em asilos, destacou o governo.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Vania 11 de julho, 2020 | 16:45
O INSS nem funcionando esta, que desperdício de testes, e dia 03 de agosto tá longe, ate lá estes funcionários podem ainda pegar o corona, que idiotice, ningúem merece, enquanto funcionários de hospitais e postos de saude não foram testados ainda em plena atividade e alta temporada de contágio, só no vale do aço mesmo
Gleici 09 de julho, 2020 | 18:47
Tinha que fazer teste em todos que estão na linha de frente ,principalmente os vendedores de comércio do centro de Ipatinga,pq quem atende no centro lotado são os vendedores .

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO