Cruzeiro vai avaliar estádios para jogar fora de Belo Horizonte

Bruno Haddad


Presidente confirmou que clube procura outros estádios, caso não seja possível jogar na capital

Com o retorno do Campeonato Mineiro marcado para o dia 26 de julho e o início da Série B do Brasileirão agendado para o dia 8 de agosto, o Cruzeiro já avalia onde mandar suas partidas, já que ainda é necessário um aval da Prefeitura de Belo Horizonte para que os jogos ocorram na capital mineira.

Se antecipando à possibilidade de não poder jogar em casa, o Cruzeiro vai iniciar uma série de visitas técnicas a estádios do interior mineiro. A ideia é definir o quanto antes um plano B para mandar as partidas. No primeiro jogo da retomada do Mineiro, o Cruzeiro vai receber a URT.

Os locais avaliados são o Estádio Municipal Castor Cifuentes, em Nova Lima (cidade a 25km da capital); Arena do Jacaré em Sete Lagoas (75km) e Arena do Calçado, em Nova Serrana (130km).

Em entrevista à rádio Super, o presidente do Cruzeiro, Sérgio Santos Rodrigues, confirmou que o clube avalia jogar nesses municípios. “Nossa equipe técnica vai começar a fazer visitas nesta semana, no começo da semana que vem, Sete Lagoas, Nova Lima, talvez Nova Serrana podem ser uma alternativa. Vamos observar esses estádios que estão mais próximos, que a gente está acostumado a jogar, caso BH não seja possível fazer”, contou.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Tiago 09 de julho, 2020 | 15:07
Seria uma oportunidade de esse nosso lixão estivesse em condições de jogo grande Ipatinga teria mais uma chance de aparecer no cenário nacional...

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO