Polêmicas antes da bola rolar

Aurélio Caixeta

Divulgação


Aurélio Caixeta
Bastou a CBF anunciar o início do Campeonato Brasileiro de 2020 para o dia 9 de agosto (e o da Série B para o dia 8) que veio a reação do Governo de São Paulo, dizendo que não houve consulta prévia, o que a Confederação provou que houve sim, e que os clubes paulistas votaram a favor e estão dispostos a, se for necessário, jogar em outras praças, abrindo mão do mando de campo.

No caso do Brasileiro, a CBF está batendo de frente com o Governo de São Paulo. Aqui em Minas Gerais, a FMF está brigando com a Prefeitura de Belo Horizonte. Foi só a FMF acertar tudo com os clubes e o Governo do Estado para o retorno do campeonato no dia 26 de julho que entrou logo em campo a retranca do prefeito Kalil, que não concorda e diz que por isso não vai liberar estádios na capital para os jogos.

Mais um complicador para essa situação foi a recusa do Villa Nova em participar, prometendo inclusive entrar na Justiça; assim como o Tupynambás, alegando falta de condições financeiras.

São duas brigas boas, e esperamos para ver quem levará a melhor. O bom mesmo seria se, quando começasse o Brasileirão, os estaduais já tivessem terminado. Mais aí é “briga pra cachorro grande”. Vamos aguardar.

AMÉRICA
O técnico Lisca, com sua larga experiência em revelar novos atletas nos clubes por onde passou, avalia de forma positiva a geração de jovens da base do Coelho. E destaca como principais o volante Flávio, o lateral esquerdo Lucas Luan e os atacantes Carlos Alberto e Luan. Lisca afirma que os quatro estão prontos pra brilhar. Sobre o atacante Carlos Alberto, de 18 anos, ele cravou que num futuro muito próximo veremos esse garoto em alguma equipe do futebol europeu.

CRUZEIRO
É muito elogiável o entusiasmo e a confiança que tanto o presidente Sergio Santos Rodrigues quanto o técnico Enderson Moreira querem passar para o grupo de jogadores e a torcida. Numa preleção recente, o técnico disse que quer fazer do Cruzeiro um time vencedor, intragável, difícil de ser enfrentado. Em resumo, complicar a vida dos adversários.

É dever e obrigação do técnico motivar sempre o grupo, porém, sabemos que vai ser um campeonato difícil à medida que vai ter que enfrentar times com mais investimento, como, por exemplo, a Ponte Preta, e que o time ainda precisa, sim, de alguns reforços. O objetivo traçado é bem claro e definido: estar na Série A do Brasileiro no ano de seu centenário, ou seja, no ano que vem. E para isso o time terá que ser intragável mesmo.

ATLÉTICO
O Galo foi a equipe brasileira que mais contratou até o momento, mas mesmo com os novos nomes, o seu elenco figura apenas no 8º lugar entre os mais valiosos da Série A neste momento. Em primeiro lugar está o elenco do Flamengo, avaliado em 738,9 milhões, em segundo o do Palmeiras, que vale 647,2 milhões. O elenco do Atlético está avaliado em 304,8 milhões de reais. Mas números são detalhes, e futebol se ganha é dentro de campo.

UMAS E OUTRAS.
- O Fluminense fez o que parecia ser quase impossível, ao ganhar a Taça Rio vencendo o favorito Flamengo – que havia ganhado a Taça Guanabara - em campo e nos bastidores, e dentro da casa do adversário, o Maracanã. E foi um título de campeão bem merecido. Quem diria... Mas domingo (12) tem mais, quando será disputado o primeiro jogo valendo o título de Campeão Carioca.

- O técnico Jorge Jesus, mesmo desmentindo a informação, realmente tem chances de pedir o chapéu e ir embora para o Benfica, em Portugal. E se por acaso ele for mesmo de volta às terras lusitanas, quem é que vai ser o técnico do Flamengo? Poderia ser o Sampaoli?

- Se está se mostrando tão difícil recomeçar o Campeonato Mineiro da Série A, o da série B, então, nem se fala.

- O nosso amigo Jesinho (Dulce Flores), torcedor símbolo do Ipatinga, comemorou mais um aniversário na quarta-feira (8). Desejamos a ele votos de parabéns, vida longa e tudo de bom, e que o Tigrão de Aço um dia volte a lhe dar muitas alegrias. Ele merece.

Contatos com a coluna: e-mail - caixeta.aurelio@gmail.com.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO