Ex-funcionário de loja é suspeito de furtar R$ 20 mil, em Fabriciano

Jovem já teria praticado pelo menos dois furtos antes deste terceiro caso na empresa onde trabalhava

Google


A polícia tenta localizar um jovem de 23 anos que é suspeito de praticar pelo menos três furtos na empresa onde trabalhou, uma loja ruralista em Coronel Fabriciano. O terceiro caso, em que foram furtados R$ 20 mil, foi descoberto na manhã de quarta-feira (8) assim que os funcionários chegaram para trabalhar em um depósito do estabelecimento, na rua José Simeão, no bairro Giovanini.

Um dos proprietários da empresa acionou a Polícia Militar para relatar que deparou com o escritório com sinais de invasão e a falta de R$ 20 mil. O autor do crime fez um buraco no muro lateral do depósito para conseguir acessar o local. Pelas imagens das câmeras de segurança, ele reconheceu o ex-funcionário como a pessoa que invadiu o estabelecimento.

A vítima apontou o ex-funcionário como o autor de outros dois furtos ocorridos neste ano na empresa, conforme registros da PM. O “gatuno” entrou no depósito por volta das 19h de terça-feira, de acordo com as filmagens do sistema de segurança, e foi visto retirando algo de uma das gavetas da empresa.

Com a identificação do possível autor do furto, os policiais militares saíram no encalço do jovem que foi visto na manhã de quarta-feira nas proximidades da “rodoviária velha”, no Giovanini. No entanto, ele não foi encontrado nem neste local e nem nas casas dos familiares do jovem suspeito, situação repassada para a Polícia Civil.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO